3deko.info

Olá, meu nome é Pablo e criei este blog para ajudar os estudantes portugueses a estudar. Carrego milhares de arquivos úteis toda semana

FONTE ARIAL BOLD NEGRITO BAIXAR


Fontes True type gratis para download. Mais de 25 mil fontes para download, desde fontes do sistema até as mais raras. Aprenda a instalar as fontes, baixe. Arial Negrito Itálico Font True Type Arial Negrito Itálico. download Arial Rounded MT Bold Negrito Font True Type Arial Rounded MT Bold Negrito. download. Estreito Arial negrito, SYSGEN_FONTS_ARIALNB, Fonte Arial Narrow Para baixar essa atualização, visite o seguinte site da Microsoft.

Nome: fonte arial bold negrito
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: MacOS. iOS. Windows XP/7/10. Android.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:34.40 MB

BOLD BAIXAR NEGRITO ARIAL FONTE

Figura 15 — comparações entre os terminais da Bell Centennial e da Helvetica. Figura — recorte da notícia em ambos os suportes, 29 de julho de Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum, Originalmente, esse programa operava somente nos sistemas da Microsoft, mas as fontes na web podiam ser visualizadas tanto nos Windows quanto nos Macs. BOS, Bert. You're using an out-of-date version of Internet Explorer. The Journal of Typographic Research. Ative as fontes ausentes pelo serviço Fontes da Adobe. Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Sebastopol, CA: O'Reilly, Talvez o aspecto mais autêntico da Bell Centennial seja justamente os seus sulcos avantajados nos entroncamentos das letras — como pode ser visto figura 14, que apresenta os desenhos originais da Bell Centennial.

Arial Negrito Itálico Font True Type Arial Negrito Itálico. download Arial Rounded MT Bold Negrito Font True Type Arial Rounded MT Bold Negrito. download. Estreito Arial negrito, SYSGEN_FONTS_ARIALNB, Fonte Arial Narrow Para baixar essa atualização, visite o seguinte site da Microsoft. Este artigo descreve como adicionar e remover fontes no Microsoft Windows Arial (TrueType, incluindo as variações Negrito, Itálico e Negrito. Esta é a página da fonte Arial Rounded MT Bold. Você pode baixá-lo gratuitamente e sem registro aqui. Esta entrada foi publicada em Monday, 19 September. Neste post, você irá receber 20 dicas de fontes gratuitas para baixar e que variações como suas versões em itálico, negrito, sobrescrito, etc. . boa visualização, sem serifa excelente alternativa ao tipo Arial, por exemplo: Claro, essa é a versão gratuita, então não há opções para Light, Bold e Itálico.

Se achar algo que viole os termos de uso , denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal. Muito importante esta matéria!! Joga de mais pai, e fora de campo tem que curtir a vida mesmo pois ta novo e tem muita grana pra gastar que ganhou com fruto do seu trabalhoooo e talento.

O telegram tem isso e muitas outras coisa a mais Era lega, mas começaram a inventar,colocar um monte de bobagem. Ah, esse techtudo Hj as pessoas ja escrevem errado e abreviado e todos entendem. Conheça tudo sobre o app mais usado do Brasil.

App fica fora do ar no Android, iOS e Web WhatsApp 'parou': relatos nas redes sociais indicam problemas no app WhatsApp: veja quais grupos e conversas sobrecarregam o backup do iPhone.

Palladino denunciar. Fernando Santos denunciar. Lana Rey denunciar. Atila Morais denunciar.

BAIXAR BOLD FONTE ARIAL NEGRITO

Leonardo Engelmann denunciar. Justino Fernandes denunciar. Ozeias Paula denunciar.

download Font Arial Negrito

O aparelho apresentava letras condensadas para serem visualizadas em um monitor esverdeado de pixels de largura por pixels de altura. Apesar de ter uma tela menor que os de seus concorrentes, o estreitamento das letras garantia a possibilidade de dispor no monitor um bloco de texto de 24 linhas com de cerca de 40 caracteres cada, alcance semelhante ao Commodore PET.

A fonte possuía um espacejamento reduzido no entrelinhas a ponto de colidir as hastes superiores e inferiores do texto. Posteriormente, a mesma fonte foi utilizada no Apple III, de figura Figura 20 — fac-símile dos caracteres produzidos em para o Apple ][. Em virtude de uma ampla gama de recursos, como as caixas de som embutidas na carcaça do equipamento e os softwares que podiam ser instalados a partir de disquetes, o Apple ][ foi o primeiro sucesso de vendas entre os primeiros computadores pessoais.

Figura 21 — fotografia do monitor e as fontes do Apple III, de Essas imagens contêm aspectos de letras muito mais elaborados que o pequeno formato quadriculado das primeiras fontes bitmap.

A tela inicial do game B. Figura 22 — jogos produzidos para o Apple ][, início da década de A Atari foi pioneira ao popularizar os primeiros console de vídeo-game em A empresa também produziu computadores pessoais de 8 bits.

O sistema dos computadores Atari e Atari — ambos de — apresentavam uma tela de texto sob fundo azul, conforme a figura Figura 23 — fonte reproduzida pelo Atari , computador de Figura 24 — fac-símile da fonte criada em para os Atari e Figura 25 — jogos produzidos no início da década de para o Atari Mesmo com a necessidade de produzir caracteres com a menor quantidade de pixel possível, as variações nas formas podem ser exploradas ao ponto de estabelecer características de identidade visual.

Essas peculiaridades podem ser notadas ainda na figura 26, que ilustra fac-símiles das fontes de computadores produzidos ainda no início da década de Figura 26 — fac-símiles de fontes para computadores do início dos anos O segundo é a fonte do Sinclair ZX Spectrum, de Possui caracteres com seis pixels de altura e generosos espacejamentos entre letras.

O terceiro alfabeto corresponde aos tipos do computador Commodore 64, fabricado em Por fim, a quinta fonte, do computador Amstrad CPC, de The number 72 was chosen for two reasons. Second, 72 pixels per inch is a high enough resolution for on-screen legibility of a wide range of graphics and character sizes - down to about eight points [ Ainda havia tamanhos de fonte que iam de 4 a 18 pontos de altura.

Os nomes de batismo dessas fontes levantam a hipótese de que a Xerox tenha adquirido licenças da fundidora Linotype para gerar versões bitmap das fontes Helvetica e Times Roman.

Esses arquivos de fonte também incluíam versões versaletes e numerais subscritos e sobrescritos. A interface do Xerox Star utilizava uma fonte serifada para os botões e ainda contava com um processador multilíngue que oferecia um conjunto de caracteres que ia muito além das letras latinas e gregas. Assim como as telas da Xerox, o monitor era preto e branco, mas o seu formato era mais reduzido — pixels de largura por de altura.

Além da pesada fonte sem serifas presente nos botões e menus do sistema operacional, o computador tinha um editor de texto que apresentava dois desenhos de letra bitmap. O primeiro se chamava Modern — uma fonte sem serifas — e outro era denominado de Classic — um tipo serifado figura Figura 28 — processador de textos do Apple Lisa, computador de Ou seja, o aspecto denteado dessas letras era idêntico às fontes dos primeiros computadores do final dos anos Ou seja, em virtude da baixa memória dos computadores anteriores, os processadores só permitiam o uso de caracteres de largura e espacejamento idêntico entre as letras.

Isso prejudicava a leiturabilidade tanto para os textos dispostos na tela quanto para os impressos. Semelhante à fonte Symbols, da Xerox, a Cairo se tratava de um sistema de pictogramas. As inspirações também refletem a inexperiência da equipe da Apple em desenvolver tipografias. Muito semelhante à fonte do sistema operacional do Apple Lisa, a Chicago foi o primeiro tipo desenhado para o Macintosh.

Tratava-se de uma fonte pesada e sem serifas para ser utilizada nos botões e menus do sistema operacional figura Assim, esses tipos estiveram presentes nas versões subsequentes do sistema operacional Mac Os, dando sobrevida às primeiras fontes da Apple. A Microsoft foi quem mais popularizou seu sistema operacional ao vendê-lo separadamente dos computadores.

Essas GUIs estrearam entre os anos de e Entretanto, a simples idéia de que os designers podiam compor e criar seus próprios tipos gerou um frenesi inicial por alfabetos exclusivos, que foi do sublime ao ridículo HELLER, , p. A fonte Matrix possui serifas em formato de cunha para economizar memória do computador e foi amplamente adotada pela revista SHAW, A figura 35 oferece uma amostragem desses trabalhos e evidencia o espírito de seus idealizadores.

Porém, o resultado dos primeiros trabalhos produzidos na Emigre mostra uma dupla quebra de paradigmas. Versões excelentes e medíocres de tipos tradicionais eram lançadas, e a superabundância de novos projetos incluía inovações sem precedentes ao lado de outros mal concebidos e toscamente elaborados MEGGS; PURVIS, , p.

Entre os revivals projetados, se destacam: a fonte Swiss, de , que possui design idêntico ao da famosa Helvetica, mas seu nome é outro para evitar o pagamento de licenças POHLEN, ; e a tradicional fonte geométrica Futura, criada originalmente na Alemanha em Os primeiros tipos digitais originais desenvolvidos pela norte-americana Bitstream só ocorreram a partir de , quando Gudrun Zapf-von Hesse57 concebeu a Carmina, Gerard Unger projetou Amerigo em e Oranda em e Mathew Carter criou a Charter em A figura 36 ilustra as fontes, próprias para textos longos..

Figura 36 — as primeiras fontes originais da Bitstream: Carmina, de ; Amerigo, de ; Oranda de ; e Charter, de Digital type changed all that, and as one of the first digital type foundries, Bitstream enabled the growth of desktop publishing and the democratization of type. Carter projetou a fonte Charter pensando na economia dos traços das serifas e ramificações das letras, tudo isso para poupar a memória das impressoras.

A fonte Charter: [ Uma das razões que a fonte Charter conse- guir sobreviver ao tempo é que ela tem uma boa linhagem.

Em a empresa foi adquirida pela Monotype. One reason that Charter has managed to survive is that it has good bloodlines. Figura 37 — fonte produzida a partir de outlines constituídos de curvas Bézier. O primeiro tem a finalidade de apresentar os caracteres na tela do computador a 72 dpi. Entretanto, esse recurso desenvolve um leve desfoque nas letras, quando apresentadas na tela com cerca de 9 pontos de altura ou menos.

Figura 38 — à esquerda o caractere PostScript com os pontos que determinam as curvas Bézier. Ambos constituem um mesmo arquivo de fonte. Figura 39 — efeitos de hinting em diferentes corpos de um mesmo caractere.

Geschke e Warnock comercializaram as licenças da linguagem PostScript com as principais empresas desenvolvedoras de sistemas operacionais, softwares, hardwares e impressoras CHOPRA, Por suas qualidades de legibilidade em frente à tela, as fontes Lucida logo foram licenciadas para a empresa Adobe e incorporadas aos sistemas operacionais da Apple71, e Microsoft.

O conjunto de fontes Lucida corresponde a um dos primeiros tipos PostScript originais para o uso em impressoras à laser. Ao longo dos anos, Bigelow e Holmes expandiram a Lucida, transformando-a na maior e mais completa família de fonte existente.

Figura 40 — as variações de estilo da super família Lucida à esquerda, em meados de e à direita as comparações entre as estruturas das letras. Os novos equipamentos e programas exigiam baixo investimento.

Com tais recursos: [ Figura 41 — os arquivos de fonte residentes no Apple LaserWriter Plus. Foi o primeiro computador com uma bela tipografia. Isso justifica o fato de fontes homônimas da Adobe e Linotype serem idênticas. Ainda na ideia de investir no redesign de fontes consagradas, os sócios Geschke e Warnock contrataram Summer Stone.

Um designer de tipos que desde adaptava fontes para fotocompositoras. A montagem de um extenso pacote de tipos digitais inédito para o computador. Figura 43 — a fonte Adobe Garamond, de Robert Slimbach, Por outro lado, uma vez que as fontes podiam ser editadas na tela do computador pessoal, bastava um software de design de tipos para proliferar os aspirantes a designers de tipos digitais.

Como a Microsoft tinha as mesmas necessidades, ambas entraram em um acordo de licenciamento cruzado e desenvolvimento de produtos, contanto com que os resultados de seus trabalhos estariam disponíveis para ambas as empresas. O software vinha acompanhado de um conjunto de fontes.

O formato TrueType, apesar de concorrer com o Type1, possui uma série de características distintas. O formato TTF, apesar de suas amplas vantagens frente ao T1, ainda é um modelo de arquivo limitado nos glifos. Para compor layouts com toda essa gama de recursos é preciso cruzar os arquivos de fonte substituindo-os uns pelos outros. Na figura 45 é possível comparar um conjunto de caracteres de quatro arquivos TTF da fonte Mrs Eaves, todos acionados através das mesmas teclas do computador.

como troco a fonte da legenda no VLC ?

Estas especificações preservam a estrutura de textos digitais e definem os caracteres utilizados nos principais idiomas ou sistemas de escritas. Criada no formato Type1 no ano de , foi atualizada no formato de fonte OpenType em Fontes como Adobe Garamond Pro figura 48 receberam ampliações nas suas famílias e foram lançadas jem Sem concorrentes, o formato OpenType passou a ser adotado como principal arquivo de fonte entre as fundidoras.

Um exemplo desse recurso é a fonte Walker, projetada em por Matthew Carter. Esse tipo possui variações de peso para cinco desenhos diferentes de serifa.

Um dado importante. Figura 49 — a fonte Andrallis e suas características OpenType próprias para a língua castelhana. Esses desenhos incomuns potencializam identidade e dinamismo ao texto com tipos OTF. Conforme levantamento histórico, isso ocorreu desde o momento em que o arquivo de fonte digital pôde ganhar diferentes aspectos.

Assim, novos desenhos, mais específicos ao seu meio, foram criados. Havia uma infinidade de tipos PostScript sendo produzidos simultaneamente em diversos lugares do mundo, tanto por designers de tipo profissionais quanto por entusiastas amadores ESTEVES, A partir desses dados, se resgata a origem e as intenções projetuais dos tipos que predominaram por anos na web. Isso possibilita compreender os diferentes aspectos da tipografia da web. A grande virtude do Mosaic era o fato de ser um programa gratuito e que podia ser instalado nos computadores Macintosh, nos sistemas Windows e nas estações de trabalho Unix.

Foi o primeiro browser capaz de interpretar objetos embutidos e tabelas WEI, Anos depois, o W3C definiu um formato de arquivo específico para as marcações de estilo.

O software era vendido junto um serviço de internet pago. O browser da Microsoft era incluído gratuitamente nos sistemas operacionais Windows Mediante o contexto, as fundições resistiram às mudanças ao evitar o licenciamento de fontes para a web, com receio de que os tipos digitais fossem os próximos patrimônios a serem furtados TEAGUE, Figura 52 — fontes dos sistemas da Microsoft à esquerda e os respectivos tipos concorrentes, da Apple, à direita.

As semelhanças entre os arquivos de tipos concorrentes e as inspirações de seus projetos levantam debates que transcendem a história dos primeiros tipos digitais. A figura 52 ilustra à direita o grupo de fontes disponíveis no Mac OS 9, de , enquanto que a coluna da direita apresenta os tipo mais semelhantes que estavam disponíveis em sistema Windows da mesma época.

Cinco nomes de estilos genéricos de fontes — serifada, sem serifa, mono espaçada Five generic font family names - serif, sans- serif, monospace… - so that an author could specify that, if none of his fonts was available, he at least wanted a serif font. Images are expensive to transmit and hard to make.

Imagine trying to translate a web page into 15 languages and having to produce a set of images for each language.

Figura 54 — o pacote TrueType core fonts for the Web da Microsoft, Formato de arquivo criado a partir do software Adobe Flash — muito utilizado para produzir arquivos multimídia para a web. Sendo assim, os três primeiros arquivos de fonte PostScritp disponibilizados no Windows 3.

NEGRITO BOLD BAIXAR ARIAL FONTE

Acesso em: 07 nov. Acesso em: 09 nov. O espacejamento entre letras também é idêntico para todos os caracteres.

BAIXAR BOLD NEGRITO FONTE ARIAL

Isto é, os espaços ocupados pelos glifos e espacejamentos dessas duas fontes possuem praticamente as mesmas dimensões. Quando se lê um livro, é no papel que incide a luz, e o efeito sobre os olhos é totalmente diverso.

As diferenças entre os designs ocorrem apenas em leves inclinações das terminações das letras, bem como nos prolongamentos das serifas figura 57 ao ponto que as fontes possuem as mesmas métricas — caso similar ao dos tipos Courier e Courier New. Isso faz com que esta fonte seja considerada um dos designs de tipos mais populares do século XX.

Quanto às origens desta fonte, a Times New Roman foi idealizada pelo historiador e pesquisador de fontes Stanley Morison. O estímulo para as considerações de Morison veio do crescente interesse, na época, pelas questões ligadas a fatores de legibilidade e pelo lançamento de uma série de tipos produzidos especificamente para uso em jornais, com alta legibilidade e economia de espaço.

ROCHA, , p. Morison condenava o individualismo artístico do tipógrafo, dizia que os designers de tipos deveriam estar: [ Nenhum tipógrafo deve dizer: 'eu sou um artista Tendo estabelecido essas considerações, é possível discutir a origem da polêmica fonte Arial. Por razões: [ No final da década de a Arial foi efetivamente redesenhada por uma equipe dirigida por Robin Nicholas e Patricia Saunders. Quando a Microsoft tirou partido disso no Windows 3. Levando em conta as acusações sobre as intenções que levaram ao projeto da Arial, parece ingenuidade achar que um projeto é levado a cabo sem os seus motivos de mercado.

A própria Helvetica foi projetada para concorrer com a Ankidenz Grotesk. Tanto a fonte Arial, quanto a Helvetica — nos sistemas operacionais Apple e Microsoft — acompanham versões regular, negrito, negrita oblíqua e oblíqua. Apesar das polêmicas que permeiam a origem de seu design, a Arial foi projetada inicialmente como fonte bitmap para impressoras de jato de tinta e mais tarde foi introduzida no sistema Windows.

Esse fato corroborou para que a Arial fosse uma das fontes mais usadas no mundo dos computadores. Independente das questões referentes à originalidade do aspecto destes dois tipos — ou deles e de seus inspiradores — o que interessa é que a Arial serviu como um alternativa à ausência da Helvetica, nos sistemas da Microsoft, motivos muito semelhantes aos das transposições da Times Roman e Courier efetuados pela Apple.

Até aqui, o texto tratou de fontes que foram adaptadas de um suporte para o outro, passando dos meios impressos para as telas. Essas fontes possuem altura-x proeminente, curvas simplificadas e generosos espaços internos.

A Times New Roman foi desenhada para ser impressa em jornais. Contudo, entre a Verdana e a Georgia, a primeira é que oferecia melhor legibilidade na tela: [ De fato, estudos de legibilidade descobriram que a maioria das pessoas lê o texto com serifas mais rapidamente que sem serifas em um texto impresso. No entanto, referente aos dados da pesquisa, a diferença de velocidade de leitura entre serifada e sem serifa é, aparentemente, muito pequena.

Outra fonte de uso livre na web que merece destaque é Trebuchet MS. Após o lançamento do sistema operacional Windows , as fontes Tahoma e Trebuchet — ilustradas na figura 62 — ingressaram no elenco das fontes seguras para a web determinados pelo W3C.

However, given the research data, the difference in reading speed between serif and sans serif is apparently quite small. Apesar dos constantes aprimoramentos das resoluções das telas, os tipos quando renderizados em tamanhos muito reduzidos, sobressai-se o formato pixelado da fonte.

NEGRITO BOLD FONTE BAIXAR ARIAL

Na época em que os monitores ofereciam resoluções em torno dos 72 pontos por polegada, os testes de legibilidade efetuados por Loranger e Nielsen identificavam que poucas fontes proporcionavam leitura adequada, quando reduzidas na tela. Os estudos da tipografia para os meios digitais parecem posicionar a engenharia de software na frente das questões estético-artísticas, embora nenhuma tecnologia seja desvinculada do seu contexto cultural.

Entretanto, o contexto jurídico, técnico e comercial parece ter sido mais importante para a hegemonia das Safe Fonts do que propriamente as intenções projetuais de ordem conceitual.

Isso facilita a presença de terminais e aberturas mais espaçados nos caracteres, o que garante maior legibilidade em tamanhos reduzidos, quando aplicados na tela do computador. Por outro lado: [ Entretanto, é o hinting das Safe Fonts que lhes garante alto grau de qualidade. Por exemplo: Verdana e Georgia foram primeiro desenhadas como fontes bitmap.

O que diferencia um grupo do outro é propriamente o desenho das aberturas e terminais, no qual o primeiro grupo possui melhor legibilidade para a tela que o segundo. Then they were translated into outline fonts. Ambas com 12 pixels de altura, imagens de uma tela de computador. Essas observações estabelecem subsídios para efetuar duas constatações.

Segundo: o comportamento da letra na tela, quando em tamanhos reduzidos, evidencia a necessidade dos designers de tipos em produzir hintings específicos. Assim, uma fonte projetada para a tela do computador, mesmo que o seu formato seja em curvas, é justamente nos corpos de menor tamanho é que precisam ser definidas as posições dos pixels. Além disso, o seu desenho, quando reduzido, o aspecto das letras se altera consideravelmente.

A figura 65 coloca em evidência o traçado PostScript da fonte Georgia e o seu desenho em bitmap a partir de um tamanho reduzido na tela. Figura 65 — traçado PostScript da fonte Georgia e a sua forma em bitmap. And each browser controls which of those rendering engines is used. So on the same OS, two browsers can produce text with very different appearances because they use different rendering engines". Ao longo dos anos, muitos recursos paliativos foram lançados na web, a fim de remediar tais limitações.

A guerra entre os fabricantes de navegadores levou as principais empresas concorrentes Microsoft e Netscape a desenvolverem browsers com suporte para diferentes de formatos de arquivos de fonte. Isso gerou um impasse em que ambas as empresas saíram perdendo, pois nenhum dos formatos foi adotado amplamente na web. Apesar da complexidade dos ornamentos de alguns caracteres, o pacote oferecia fontes próprias para serem utilizadas em tamanhos reduzidos na tela. Originalmente, esse programa operava somente nos sistemas da Microsoft, mas as fontes na web podiam ser visualizadas tanto nos Windows quanto nos Macs.

Porém, o processo de baixar os arquivos era lento e relativamente complexo, ao considerar as velocidades das conexões da época. O software da Bitstream era baseado em um conceito simples.

Blog dos Cursos | 20 fontes gratuitas que todo designer deve baixar • Blog dos Cursos

Vale destacar que as tratativas do W3C em regular um formato de fonte para a web foram retomadas anos após o sistema TrueDoc da Bitstream ter sido descontinuado.

Nesse contexto: Algumas empresas de tipos queriam a criptografia e obrigar os navegadores a imporem licenciamento. Browser vendors wanted open standards, compression to speed downloads, and didn't want to be responsible for font licensing enforcement.

O formato WOFF: [ Ao gerar este arquivo, é possível reduzir a quantidade de caracteres provenientes da fonte anterior — método denominado de subsetting KERR, O que contém nestes metadados é: [ Acesso em: 29 ago. Existing specifications CSS3 Fonts , SVG explain how to describe and link to fonts, so the main focus will be the standardisation of font formats suited to the task, and a specification defining conformance for fonts, authoring tools, viewers Isso transformaria o negócio de fonte de atacado para o varejo.

É emocionante, portanto - e eu tenho um sentimento de 'finalmente! Em tempo!

BAIXAR FONTE NEGRITO ARIAL BOLD

Acesso em: 13 out. This turns the font business from wholesale to retail. The potential for type designers and typographers is enormous". Isto significa que podemos começar a ver as vantagens de fontes para download, para web designers e para os leitores. This was a blocking issue back then.

Especially after the battles of the last few years when other proposals, such as Embedded OpenType and its derivatives, were under discussion. This means that we can start to see the advantages of downloadable fonts, for web designers and for readers. Better typographic control, for design and branding.

Less need for 'images of text,' which means that the text is searchable, can be translated, and is accessible: for example, it can be converted to spoken text for blind users".

I hope a supply of more web fonts will get them off my back". Assim, o designer da web, para inserir apenas uma fonte em um mesmo site precisa providenciar — através da ferramenta font- face generator — uma série de arquivos de fonte em formatos diferentes. Web fonts give all the advantages of real text, and all the design flexibility of graphics".

Por exemplo, o site da empresa Typekit oferece um serviço de aluguel de fontes desde o final do ano de , empresa que foi adquirida pela Adobe, em O sistema de comércio da empresa se caracteriza por hospedar com segurança os arquivos de fonte no próprio site da empresa fornecedora. Esse modelo tem se mostrado mais acessível para web designers, pois reduz o custo inicial da licença, e se encaixa bem no seu modo normal de trabalho e cobrança FERREIRA, Acesso em: 15 out.

Acesso em 15 out. Acesso em: 14 out. Acesso em 27 nov. Acesso em: 4 jan. Entre os anos de e a Google trabalhou para introduzir um banco de arquivos de fonte para uso gratuito na web, o Google Web Fonts Acesso em 13 jan. O crescimento do serviço implementado pelas fundições também implicou na conferência internacional Ampersand — The Web Typography Conference, evento voltado ao debate a respeito da nova realidade de mercado proporcionado pelas WebFonts.

Por exemplo, a distância entre os caracteres 'V' e 'A' é diferente do que é aplicado entre 'V' e 'W'. Figura 76 — famílias Georgia Pro e Verdana Pro — tipos específicos para a web.

Para isso, utilizou-se o site Alexa, que se trata de um banco de dados administrado pelo grupo Amazon, que apresenta um ranking definido pela quantidade de acessos de cada endereço web. Acesso em: 26 jul. A segunda inconsistência é o fato de certos cadastros possuírem mais de uma URL. Apenas o portal Globo. O Globo. Desta forma, nenhuma matéria é hospedada diretamente da URL Globo. Ambos os sites possuem cadastrados individuais no Alexa. Devido a esse fato, aliado às inconsistências geradas pelo banco de dados Alexa, optou-se por desenvolver uma segunda etapa que complementa o levantamento de portais de notícias.

Acesso em: 27 jul.

Tabela 03 — ranking dos portais de notícias brasileiros mais acessados no país no mês de junho de , cruzados com os sites dos jornais com maior tiragem no Brasil — segundo os dados do Alexa e ANJ, julho de Diferente dos portais de notícias G1, Globoesporte e Gshow, os sites dos jornais on- line possuem layouts distintos e linguagem visual independente dos portais. Ao dividir os dados coletados entre portais de notícias — 8 interfaces — e jornais on- line — 7 interfaces —, constatou-se que a maior incidência do uso de WebFonts se concentra nos sites vinculados às publicações impressas.

Figura 78 — fornecedores das WebFonts presentes nas interfaces. As 8 interfaces aplicam esses recursos de fonte nas manchetes e títulos de chamada das suas interfaces. Figura 80 — incidência de Safe Fonts em cada portal analisado. Os dados destacados em vermelho nas colunas sob fundo cinza correspondem às WebFonts, aplicadas através da tag diretiva font- face. Tabela 04 — a tipografia nos principais sites de notícias do Brasil.

Tabela 06 — a tipografia nos principais sites de notícias do Brasil. Em suas home pages, o predomínio é exclusivo das tradicionais Safe Fonts. O portal Globo. Figura 81 — a fonte Próxima Nova, em uso nas chamadas do portal Globo. A Proxima Nova é uma fonte de estilo geométrico sem serifas, desenhada no ano de pelo designer de tipos Mark Simonson.

A letra também é aplicada em caixa-alta, mas sob um fundo na cor cinza. Figura 82 — a fonte Próxima Nova aplicada no menu do jornal on-line Extra. No dia 15 de janeiro de foi ao ar uma nova interface e logotipo — na figura 83 UOL, Fonte projetada por Marina Chaccur e Crystinan Cruz em Batizada com o mesmo nome do portal, a fonte foi concebida para substituir interiamente a tipografia anterior do site.

Figura 85 — cabeçalhos das editorias do portal UOL em 9 de março de Figura 86 — cabeçalhos das editorias do portal UOL em 25 de março de Também se deve considerar que a fonte UOL — em virtude do formato de suas terminações e aberturas das letras — possui características de legibilidade superiores às fontes Futura, Arial e Helvetica.

A fonte UOL possui terminais mais abertos e apresenta altura da linha-x avantajada, garantindo maior desempenho dos caracteres em pequenos tamanhos na tela. Essas características da fonte UOL podem ser identificadas ao sobrepor os caracteres da Arial e da Helvetica — conforme a figura A figura 89 data de 04 maio de , no qual a Safe Font Arial é predominante. Figura 90 — home page do portal UOL, do dia 30 de julho de A interface nova é voltada aos distintos suportes de acesso, no qual se desprende do formato desktop para adquirir uma aparência dos sistemas dos tablets e smartphones.

Dadas as circunstâncias técnicas, essa fonte estava aplicada na antiga interface do Terra através de recortes de imagens bitmap. O novo layout apresenta espaços mais generosos para os títulos das matérias, ora nas fontes Ubuntu, ora nos tipos Open Sans. Por ser uma fonte projetada para a tela, a Open Sans oferece legibilidade em caracteres reduzidos em até 10 pixels de altura, independente do peso utilizado.

Figura 94 — versões da fonte Open Sans, desenvolvida por Steve Matteson, nos anos de e De fato, as fontes Ubuntu e Open Sans substituem integralmente as Safe Fonts Arial e Helvetica — além da fonte paga em formato de imagem Ropa Sans — apresentadas no layout anterior do portal Terra.

A fonte Ubuntu Regular é utilizada somente em tamanhos mais expressivos, como nas chamadas, manchetes, títulos de notícias e editorias figura As versões Roman e Bold da fonte Open Sans também compõem o menu principal do portal figura Acesso em: 31 jul. Além de apresentar um layout mais claro e leve que o seu predecessor, o periódico impresso adquiriu uma tipografia personalizada. Figura — home page do jornal O Globo em 26 de julho de De modo geral, o desenho das letras tem uma personalidade simples, pois apresenta cortes levemente angulados nas terminações das letras — como os caracteres 'C', 'G', 'S', 'C', 'S'.

Ao apresentar um layout maior, com pixels de largura, as matérias passaram a ser mais completas e aprofundadas O GLOBO, A interface ganhou espaços mais amplos para as manchetes e textos. Ambas as imagens foram capturadas no dia 29 de julho de As figuras e correspondem aos mesmos títulos de notícias extraídas tanto do jornal impresso quanto o jornal on-line, ambos do dia 29 de julho de Figura — recorte da notícia em ambos os suportes, 29 de julho de Ao verificar a qualidade da fonte, constatou-se que o desenho da letra apresenta um hinting que se altera minimamente entre os browsers, apesar de apresentar leves pontos pixelizados nas curvas.

A fonte apresenta boa legibilidade em caracteres reduzidos em até 18 pixels de altura. Conforme a figura , ao efetuar as comparações entre browsers, o espacejamento das letras se altera minimamente, independentemente da altura da ou o peso do da letra empregada.

Assim como no caso da tipografia para o portal de notícias UOL, o jornal O Globo estabeleceu um desenho de letra que reforça a sua identidade na interface digital. As fontes do jornal on-line Folha de S. A empresa também instalou em um banco de dados em rede para armazenar notícias e imagens.

Figura — home page da Folha de S. Paulo em 26 de julho de Entretanto, os tipos utilizados nos textos em corpos menores continuam sendo reproduzidos em Safe Fonts.

O layout da Folha de S. A maior virtude da fonte Floris e suas derivadas, é o fato de possuírem um formato pesado e também condensado. Isso viabiliza a montagem de manchetes econômicas e expressivas. Em , o jornal Folha recebeu o incremento das variações de fonte Folha Serif Extrabold e Folha Serif Light — para uso nos títulos e cabeçalhos do jornal impresso.

A fonte FF Meta Serif possui terminações em ângulos retos, espaços internos maiores e altura-x mais proeminente que a Folha Serif. A fonte Folha Serif é aplicada somente nos títulos e manchetes das notícias, enquanto que a Meta Serif é utilizada nos cabeçalhos dos cadernos e nos títulos de editorias. Esse sistema também é replicado na web. Entretanto, para o jornal on-line, a fonte utilizada para os textos corridos ainda fica atribuída a Safe Font Georgia. Ainda na figura , constata-se o uso da fonte FF Meta Serif nos cabeçalhos, que identificam as editorias, e a Folha Serif nos títulos das notícias.

A fonte inserida na interface web é delicadamente mais pesada e condensada. Paulo — é o mais antigo jornal em atividade na capital paulista.

Como usar fontes no InDesign

De acordo com os registros do Internet Archive, o site de notícias do jornal, o Estadao. Assim, a empresa concentrou seus leitores em apenas um veículo on-line. No layout anterior, lançado em março de figura as manchetes das notícias eram construídas com as Safe Fonts serifadas Georgia e Times New Roman, enquanto que o menu principal, no topo da tela, eram utilizadas as fontes Arial e Verdana.

Dessa forma o jornal on-line preservou parte do aspecto original da tipografia utilizada anteriormente. A altura-x da fonte Estado Headline é sutilmente mais proeminente e o corpo das letras apresenta um desenho mais estreito que os caracteres das fontes Times New Roman e Georgia.

O acesso se faz através dos endereços zerohora. Acesso em: 17 ago. Figura — novos cabeçalhos do jornal Zero Hora, impresso e on-line. As editorias carregam as mesmas nomenclaturas e subdivisões, mas as cores possuem tonalidades distintas. Ou seja, é uma fonte livre e gratuita para uso deliberado na web. Alguns caracteres no formato Roman, em tamanhos reduzidos apresentam distorções nas elipses.

Esses tipos foram identificados nos menus, botões, chamadas para notícias e nos links da interface. A fonte é uma releitura dos tipos de estilo grotesco muito utilizados no final do século XIX e início do século XX. ADAMS, Ambos os tipos foram projetados apenas para o uso em tamanhos avantajados, apesar de terem sido preparados para o uso na tela do computador ADAMS, Ou seja, seu uso fica limitado a mensagens dispostas em grandes proporções.

Por fim, a fonte Montserrat, que foi projetada em pela designer portenha Julieta Ulanovsky. Inspirada nas letras dos cartazes, luminosos e fachadas de rua instaladas durante a primeira metade do século XX, no bairro Montserrat, da cidade de Buenos Aires, Ulanovsky projetou um revival sem serifas figura , de baixo contraste e de aspecto geometrizado ULANOVSKY, Figura — as versões da fonte MontSerrat, de Julieta Ulanovsky, Acesso em: 18 ago.

Apesar dos traços inconfundíveis do desenho das letras, a fonte Montserrat, quando visualizada na tela, apresenta uma quantidade demasiada de serrilhados. Fenômeno que ocorre muito provavelmente em virtude das elipses acentuadas dos caracteres. O tipo, quando reduzido, as partes internas das letras — olho dos caracteres — perdem suas dimensões, o que prejudica a legibilidade. É a fonte mais aparente na interface, pois é utilizada nas principais manchetes e títulos que quase todas as notícias presentes na capa do site.

O aspecto geometrizado das letras possui muita semelhança com o logotipo do jornal ZH. Esse fato levanta questionamentos a respeito da disponibilidade de tipos gratuitos com qualidade suficiente para substituir as fontes de sistema. Deve-se tomar como premissa que as Safe Fonts foram projetadas por profissionais, ou equipes, experientes, em grandes fundições históricas, que concorriam em um alto nível de competitividade.

Esse fenômeno é mais perceptível quando se identifica que os sites dos periódicos O Globo, Folha de S. O segundo motivo se relaciona com a necessidade de utilizar uma tipografia com melhor desempenho de legibilidade que as Safe Fonts, como o caso do portal Terra, que passou a utilizar as fontes Ubuntu e Open Sans. Figura — linha do tempo da tipografia em sites de notícias do Brasil em 26 de julho de Constata-se que, entre as 6 Formato também conhecido como broadsheet.

A fonte mais antiga, a FF Meta Serif, foi projetada em julho de Os demais foram criados a partir do ano de , embora a fonte Folha Serif tenha sido concebida em , ela foi redesenhada no ano de Entre os autores dessas novas fontes, aparecem desde profissionais experientes e renomados, como Erik Spiekermann, até designers de tipos aspirantes, como Julieta Ulanovsky.

Tanto que suas aplicações ficam limitadas aos títulos de matérias, manchetes e menus das interfaces web. Além de oferecer um hinting com qualidade suficiente para garantir legibilidade nos caracteres de menor tamanho, também apresenta coerência com a identidade visual da marca UOL. Desse modo, navegar em distintos suportes ou browsers na web é como velejar em diferentes embarcações, de acordo com o tamanho e formato da vela, os mares podem parecer mais calmos ou agitados.

Entretanto, tanto a fonte UOL quanto a Open Sans apresentam um aspecto de grande similaridade com os tipos substituídos. Isto é, nas interfaces analisadas, as fontes que se referem aos textos para leitura contínua.

Dessa forma, é preciso considerar que as fontes para uso na leitura de textos longos seguem muito mais as convenções que as inovações. Estas afirmações favorecem a hipótese de que o desenho da letra pouco se reinventou mediante a natureza bruta do pixel — como sustenta Bolter em sua obra Writing Space. Esta forma irregular garante a facilidade em decodificar caracteres produzidos de maneira gestual.

Em contrapartida, o aspecto das fontes bitmap parece estar perdendo espaço e sendo lentamente substituído pelo desenho tradicional da escrita impressa.

As virtudes do formato OpenType oferecem a chance da retomada das antigas qualidades da tipografia livresca, mas com novos propósitos, em um outro ambiente. The office metaphor of the previous decade has been exchanged for an adaptation to the newspaper front-page outlook as the dominant information architecture.

So why not the world's most visited websites? Na década de , Matthew Carter desenvolveu a Bell Centennial a partir dos desenhos da fonte Helvetica, esta que influenciou o design da Arial. No princípio, o grande desafio dos designers de tipos foi burlar as limitações tecnológicas no objetivo de alcançar as qualidades visuais presentes no papel — uma clara tentativa mercadológica do digital se equiparar ao impresso.

Com isso, foi favorecida a possibilidade do uso de diferentes tipografias na web. Talvez, por isso, ainda seja prematuro traçar conjecturas a respeito do futuro da forma e do aspecto da tipografia para a web. Basta dizer que durante a pesquisa as fontes no formato TrueType foram facilmente baixadas, instaladas e testadas para uso em plataformas desktop.

Muito se afirma que a tendência é que a web suplante gradativamente o universo impresso. Esta pesquisa reforça o ponto de vista de que se vive uma fase efervescente tanto para o design de tipos como para o design com tipos na web.

Por outro lado, é preciso estimular o conhecimento e entendimento da tipografia aos designers da web. Oswald Web Font 3. Acesso em: 04 jun. Adobe Originals. Acesso em: 07 jun. Acesso em: 11 fev. Adobe PostScript Font Set. Acesso em: 12 jun. Adobe Type 1 Font Format.

Reading, Massachusetts: Addison-Wesley, TypeTalk Oct- Have you ever thought about the LaserWriter fonts and why you got them? Acesso em: 31 mai. Acesso em: 12 ago. Acesso em: 05 ago. Digi-Grotesk S. Acesso em: 14 abr. Acesso em: 21 out. Type and Typography. London: Watson- Guptill, The Xerox "Star": A Retrospective. Acesso em: 07 jul. Acesso em: 16 abr. Volume 34 , No. Acesso em: 16 jul. EP-odds and ends.

Acesso em: 14 jul. Tipografia Del siglo XX: remix. Barcelona, Acesso em: 10 out. Web Fonts Working Group Charter. Acesso em 28 out. Acesso em: 09 out. W3C Member Submission 8 April Acesso em: 12 out. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum, Cambridge: MIT, Buenos Aires: Infinito, BOS, Bert.