3deko.info

Olá, meu nome é Pablo e criei este blog para ajudar os estudantes portugueses a estudar. Carrego milhares de arquivos úteis toda semana

BAIXAR BIZU ENFERMAGEM 2010


Bizu de Auxiliar e Técnico de Enfermagem – questões para concursos 10– 1a Prova – 15/10/ Bizu de 3deko.info Auxiliar e Técnico de Enfermagem. Bizu de Enfermagem – Questões para Concursos, 5a ed. O. questões para concursos de. Técnico em Enfermagem - CEPUERJ/UERJ. Cargo: Técnico em Enfermagem; Ano: ; Órgão: CEPUERJ/UERJ; Instituição: CEPUERJ/UERJ; Nível: Médio.

Nome: bizu enfermagem 2010
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
Licença:Somente uso pessoal
Tamanho do arquivo:71.16 Megabytes

Hanseníase E. Hematocelia E. Assistncia de enfermagem Orientar o paciente sobre os medicamentos a serem administrados, Perguntar ao paciente se tem alergia medicamentosa, Conhecer os efeitos colaterais das drogas, Observar o funcionamento intestinal e dbito urinrio, Diluir os medicamentos na aplicao intravenosa, Observar o local da puno antes da administrao, Observar o horrio prescrito do medicamento, Administrar lentamente, em caso de aplicao intravenosa. Para Leia mais. Ex: nmero reduzido de pias, lavabos e expurgos, proximidade entre os leitos, falta de local apropriado para casos de isolamento, Desocupado, aguardando o retorn9 do paciente da sala de cirurgia. Para registrar os sinais vitais, devem ser utilizados os seguintes impressos: A. Abertura ocular, melhor resposta verbal e melhor resposta motora, com um escore total de 20 pontos E. Organizao: considerando a grande diversidade de profissionais que atuam nestes servios, faz-se necessrio que cada elemento conhea bem suas atribuies e a hierarquia nas respectivas categorias. O objetivo principal manter o quadro estabilizado durante o transporte at a chegada ao hospital de destino.

Auxiliar e Técnico de Enfermagem. Bizu de Enfermagem – Questões para Concursos, 5a ed. O. questões para concursos de. Técnico em Enfermagem - CEPUERJ/UERJ. Cargo: Técnico em Enfermagem; Ano: ; Órgão: CEPUERJ/UERJ; Instituição: CEPUERJ/UERJ; Nível: Médio. Baixe grátis o arquivo 01 - Fundamentos de 3deko.info enviado por Patrícia no curso de Enfermagem. Sobre: Para Bizu Comentado Download. Grátis para download: Livro – Bizu de Enfermagem: 3deko.info Livro - Destaques das Diretrizes AHA 3deko.info BIZU Comentado Perguntas e respostas comentadas de Enfermagem em decúbito lateral D. Introduzir um pouco de água E. Baixar acentuadamente a .. PROVA 3º BIMESTRE 8º ANO PROJETO CIENTISTAS DO AMANHÃ

O ovo usado para dar consistncia a cer- dos lipdios, na gema tas preparaes, retendo a forma que se dese- jou dar ao alimento, o que ocorre em razo da B.

Triptofano gema D. Metionina D. Glicina dos lipdios, na gema E.

Só Enfermagem: Gratis para download

A substncia presente na gema de ovo protenas, na gema que inibe a absoro de ferro no heme de- nomina-se: No teste da luz, quando o ovo fresco, A. Avidina observa-se que ele: B. Pectina A. Lecitina B. Apresenta colorao avermelhada D.

Gliadina C. Tem uma parte oca no centro E. Fosvitina D. Assinale a alternativa que descreve a vi- tamina que tem o seu teor modificado pelo O ovo utilizado em diversas preparaes mtodo caseiro de esterilizao do leite, aps culinrias em razo do poder emulsificante de fervura por trs minutos: uma substncia presente na gema. Assinale a A. A alternativa que descreve corretamente a referi- da substncia: B.

Casena A diferena entre os leites do tipo B e do E. Elastina tipo C est no fato de esse ltimo: A. Ser natural, integral e pasteurizado A protena avidina, contida na clara do ovo cru, age no intestino impedindo a absor- B. Ser integral, pasteurizado e em p o de: C. Ser natural, desengordurado e integral A.

Vitamina B1 D. No sofrer tratamento trmico no local de B. Vitamina B6 produo. Biotina E. No sofrer pausterizao ou desengordura- mento D.

Clcio E. Ferro A cor esbranquiada do leite se deve presena de fosfatos de clcio e da seguinte Glicose colgeno ou gelatina uma protena de baixa B. Casena qualidade nutricional por ser deficiente no se- guinte aminocido: C.

Dextrina A. Fenilalanina D. Celulose B. Arginina E. A elaborao dos cardpios constitui a eta- A. Custo previsto E. Fator de correo FC 4. O percentual do faturamento despendido C.

Estoque existente com mo de obra em um restaurante que ofe- rece atendimento de luxo est entre: D. Margem de segurana A.

Frequncia de cardpio B. Parte do peso do alimento animal ou vege- C. Com relao a esse sabemos que: E. Facilita o planejamento das compras e evita 5.

Uma cozinha com m2 deve ter rea de desperdcio ou faltas inesperadas ventilao no mnimo de: B. Para clculo de cardpios de pequeno n- A.

Bizu de Enfermagem

Para sabermos a quantidade de alimento C. Todas as afirmativas esto corretas 6. Aprendizagem ce ao proporcional de 50g per capita. Partindo desses fatores, determine a quantidade, em B.

Pontualidade quilos, de tomates que deve ser comprada na C. Eficincia recebero salada de tomate duas vezes na se- mana: E. Os indicadores que avaliam o servio de A. Invariabilidade e exequibilidade D. Praticidade e invariabilidade E. Praticidade e especificidade D. Especificidade e duplicidade A distribuio percentual da mo de obra em uma unidade de alimentao e nutrio E.

Inexequibilidade e constncia UAN , segundo Mezomo, : 8.

ENFERMAGEM BAIXAR 2010 BIZU

O planejamento estratgico situacional tem A. O planejamento participativo, envolven- C. As causas dos problemas encontrados so totalmente conhecidas pelos planejadores Sabendo que o fator de correo FC da D. A identificao dos problemas e as solues melancia 2,17 e que seu porcionamento propostas para as devidas correes so de g per capita, ser preciso baixar, para oriundas da viso dos tcnicos responsveis atender a 20 pessoas, a quantidade, em quilo- pelo planejamento gramas, de aproximadamente:.

O planejamento um poderoso instrumen- A. Em um servio de alimentao e nutrio, E. Distribudo e no consumido Estabelecer um plano de trabalho onde esto claramente definidos os objetivos e as B.

Distribudo e no preparado metas a serem alcanados diz respeito se- C. Preparado e no distribudo guinte ao: D. Preparado e distribudo A.

Controlar E. No preparado e no distribudo B. Organizar C. Comandar Planejar beleceu que as reas previstas para cozinha e E. Executar depsito de gneros devero ocupar, da rea do refeitrio, os seguintes percentuais, respec- Para a estocagem de carne, as cmaras fri- tivamente: gorficas devero ter condies ideais de:. O fator etiolgico bsico da picamalacia tal em gestantes alcoolistas crnicas podemos em gestantes a deficincia de: citar: A.

Vitamina B1 A. Diminuio da massa muscular e circunfe- rncia ceflica aumentada B. Vitamina E B. Aumento do crescimento e anomalias no C. Selnio sistema nervoso central SNC D. Zinco C. Aumento do panculo adiposo e circunfe- E. Ferro rncia ceflica diminuda. Dosar a hemoglobina faz parte da rotina D.

Retardo do crescimento e circunferncia ce- do pr-natal. Quando se constata anemia leve flica diminuda ou moderada, uma das condutas adotadas a E.

ENFERMAGEM BAIXAR 2010 BIZU

Retardo mental e circunferncia ceflica au- solicitao de: mentada A. Urinocultura 5. A avaliao nutricional durante o perodo B. Teste de Coombs pr-natal tem como objetivo identificar, o mais C. Exame parasitolgico de fezes precocemente possvel, gestantes com:. Suplementao de ferro aps a 20a semana B. Bom aporte vitamnico C. Pequenos distrbios habituais 3.

Quais sinais caracterizam a toxemia gravdi- D. Dficit nutricional ou sobrepeso ca na fase de eclmpsia? Diagnstico de patologias fetais A. Hipotenso, edema, proteinria e coma B. Hipertenso, emaciamento, lipidria e con- 6.

O aporte energtico da gestante em bom esta- vulso do nutricional no segundo trimestre deve aumen- C. Hipertenso, emaciamento, proteinria, con- tar, segundo a Food and Agriculture Organization vulso e hiperlipemia of the Unite Nations FAO , , em cerca de:. Hipertenso, edema, proteinria, convulso B.

Entre os efeitos adversos do consumo ex- cessivo de lcool sobre o desenvolvimento fe- E. A trade que caracteriza a pr-eclmpsia As necessidades de clcio da adolescente composta de: gestante e lactante, segundo a DRI do ingls dietary reference intakes , de , so de: A. Nuseas, vmitos e sono A. Hipertenso, apetite exacerbado e sono B. Edema, febre e sono C. Nuseas, edema e proteinria D. Hipertenso, proteinria e edema E. A avaliao do estado nutricional durante a gestao um procedimento indispensvel De acordo com Vitolo , para que dentro da assistncia pr-natal.

Gomez et al. Waterloo et al. Mais de 15kg, 10 a 15kg e 7 a 10kg C. Rosso et al. Menos de 10kg, 10 a 15kg e mais de 10kg E.

Instituto de Nutricin de Centroamrica y A manuteno da eritropoiese uma das Panam INCAP poucas situaes durante a gravidez em que o feto age como verdadeiro parasita.

A cau- 9. A ingesto adequada AI, do ingls adequa- sa mais comum de anemia em recm-natos se te intakes de vitamina B5 cido pantotnico d pela: para gestantes de: A. Ingesto materna deficiente de ferro de ori- A. Ingesto materna rica em ferro de origem C. Prematuridade, pois no ltimo trimestre que o feto acumula mais ferro E. Carncia materna de cido flico e vitami- Qual a recomendao de clcio durante na B12, importante para a produo de he- a gravidez, respectivamente, para mulheres mcias com menos de 19 anos de idade e mulheres E.

Hemodiluio materna, na qual o volume adultas? A partir da segunda metade da gravidez, C.

2010 ENFERMAGEM BAIXAR BIZU

Assim, podemos citar:. A educao em sade uma medida de C.

Nova posição: BAIXAR CD DO PIXOTE 2010

Um condicionamento simples modulado preveno: pelo raciocnio e a imitao A. Primria D. Um processo determinado apenas pelas condies ambientais em que o indivduo B. Secundria est inserido C. Terciria E. Fixado na infncia, transmitido pela famlia D.

Acervo Eletrônico

Quaternria e sustentado por tradies E. Relativa 4. As restries alimentares, permanentes ou 2. A fase inicial do processo de planejamento temporrias, manifestadas em determinados participativo de uma interveno em educao perodos fisiolgicos ou estados patolgicos, alimentar e nutricional voltada a uma comu- so chamadas de: nidade : A.

Interdies tabus A. Identificar os recursos disponveis para o B. Mitos desenvolvimento da interveno C. Lendas B. Determinar o contedo programtico D. Crenas C. Definir a situao-problema a partir de diag- E. Tradies familiares nstico previamente realizado pelo prprio profissional responsvel pela interveno 5. Um nutricionista, ao prestar atendimento D.

Selecionar os mtodos e as tcnicas peda- nutricional a um paciente que, por meio da ggicas a serem adotadas anamnese alimentar, demonstra-se arraigado E. Identificar o problema e determinar suas a crenas alimentares, deve: causas e consequncias em conjunto com A. O nutricionista, enquanto profissional com- lenda pelos tempos petente para realizar projetos e aes de edu- B. Valorizar as prticas e percepes popula- cao alimentar e nutricional, deve considerar res, porm, observando a adoo de pr- o comportamento alimentar: ticas que podem acarretar distrbios nutri- A.

Um aprendizado modulado pela imitao, cionais com srias implicaes para a sade raciocnio e mitos e o bem-estar do cliente, problematizando- as junto a esse e sua famlia B. Um processo construdo por representaes, significados e simbolismos presentes desde C. Repudiar as crenas e prticas populares a escolha at a ingesto dos alimentos relativas aos hbitos alimentares, pois elas.

Considera-se como um dos objetivos da nutricional das pessoas educao alimentar e nutricional: D. Ensinar ao paciente, com o uso do conheci- A. Corrigir a desnutrio e suas consequncias mento cientfico, como a crena nas quali- B. Elevar o nvel socioeconmico da comuni- dades mgicas ou malficas de algum tipo dade especial de alimento causa erros alimenta- res que podem prejudicar sua sade C.

Prevenir o surgimento de doenas caren- ciais e dos tabus alimentares E. Proibir categoricamente a manuteno das crenas alimentares que possam trazer pre- D.

Difundir os conhecimentos prticos da ci- juzo sade do paciente ncia da nutrio indistintamente E. Reverter a obesidade e aprimorar cultural- 6. Entre os aspectos biopsicossociais do ato mente diferentes grupos sociais de se alimentar, destaca-se o aspecto biolgi- co, que um processo de adaptao progres- 9.

O campo de atuao do nutricionista no siva do organismo ao ambiente, limitado pela exerccio da educao alimentar e nutricional hereditariedade e pela nutrio, e dirigido pela tem como objetivo principal: experincia. Assim, esse processo tem a finali- A. Definir a situao-problema dade de: B. Atingir os grupos mais vulnerveis A.

Aprendizagem C.

ENFERMAGEM 2010 BIZU BAIXAR

Atingir indivduos de todas as classes sociais B. Herana social D. Comunicar rapidamente as informaes a C. Sobrevivncia grande nmero de pessoas D. Ajustamento social E. Promover a sade dos indivduos pela in- E. Formao de personalidade troduo de prticas alimentares mais ade- quadas 7. Sobre a trajetria da educao alimentar e nutricional no Brasil, enquanto especialidade O nutricionista que atua diretamente no de interesse acadmico, aponte a alternativa programa de alimentao escolar deve estar incorreta: atento para aproveitar todas as oportunidades A.

Foi criada, no incio da dcada de , a educativas com o objetivo de: funo da visitadora de alimentao A. Promover a construo coletiva do conheci- B.

Nas dcadas de e , esteve ligada, mento em nutrio por meio da integrao sobretudo, s campanhas que visavam in- escola-criana-famlia troduo da soja na alimentao B. Promover o consumo de alimentos sau- C.

Projetores e Telas Enfrrmagem Voltar. Qualidade de Vida e Bem-Estar. Jogos de Estratégia e Raciocínio. Notebook Touch Voltar Voltar. Telefones com Fio Voltar Voltar. Lançamentos Mais Vendidos Usados ou Reembalados. Teoria e História da Arte. Revistas Nacionais Voltar Voltar. Xbox Voltar Enfermxgem. Ciências Humanas e Sociais Voltar Voltar.

Adaptadores, Cabos e Ciências Humanas e Sociais. Jogos de Tiro e Guerra. Acesse todo o nosso acervo digital sincronizado em seu Lev, Smartphone ou Tablet: comece a ler no seu Lev e continue pelo seu Smartphone ou Tablet. Toda a estante da Saraiva disponível para você em qualquer hora e qualquer lugar, inclusive pelo seu computador ou notebook, por meio do nosso leitor online. Vendido e entregue por:. Saraiva Livros Medicina Enfermagem. Error ao solicitar Avise-me.

Saiba como Ler seus E-books. Encontre perto de você.