3deko.info

Olá, meu nome é Pablo e criei este blog para ajudar os estudantes portugueses a estudar. Carrego milhares de arquivos úteis toda semana

LIVRO O PODER DA BRUXA LAURIE CABOT BAIXAR


Olá pessoal, hoje eu venho trazer para você um livro para vocês!!! O Poder Da Bruxa, é um livro escrito pela Laurie Cabot!!! O livro está em. o poder da bruxa - laurie cabot - download Livro sobre bruxaria, magia, poder, força interior, feitiços, cultura, religião, sagrado feminino, crenças antigas. Livro sobre bruxaria, magia, poder, força interior, feitiços, cultura, religião, sagrado feminino, crenças antigas. O Poder da Bruxa – A Terra, A Lua e o Caminho Mágico Feminino. Autora: Laur o poder da bruxa - laurie cabot - download. Ler.

Nome: livro o poder da bruxa laurie cabot
Formato:ZIP-Arquivar (Livro)
Sistemas operacionais: Android. iOS. MacOS. Windows XP/7/10.
Licença:Somente uso pessoal
Tamanho do arquivo:30.84 Megabytes

BAIXAR LIVRO DA BRUXA O PODER LAURIE CABOT

A história do cristianismo é a história de perseguições. Sinto que fui muito afortunada ao ser conduzida para essas três mulheres maravilhosas quando precisei delas, mas é esse o modo como a Deusa atua. Como uma mulher no fica grvida em todo o ato de relacionamento sexual, e s vem a saber que est grvida depois que se passaram dias ou semanas, a conexo entre concepo e atividade sexual com machos no imediatamente bvia. O Livro Negro de Shaitan Con. No meu altar, eu. Dessas palavras radicais derivamos a palavra wicca, um termo que muitos na Arte usam hoje para se referirem s nossas crenas e prticas. O Livro de Runas. Note como pulsa sua energia dourada. É interessante observar como os historiadores podem modelar as nossas imagens dessas mulheres celtas através de sua escolha de palavras. Alannyë Daeris 31 de março de Dez é a idade, o poder, a fé, a memória e a necessidade. Por exemplo, pode ter visto em sua tela um milk shake e surpreender-se com o que estaria fazendo numa boutique de roupas. O que se presumia que tínhamos que recear delas? Com freqüência, diverte-me relembrar quantos altares diferentes construí ao longo dos anos. E assim, at os dias de hoje, templos, igrejas, bosques sagrados e santurios tm uma quietude e uma qualidade uterinas que sugerem proteo e segurana em relao ao mundo dos Alm disso, as Bruxas tm o poder de neutralizar seus inimigos de maneira que no lhes inflijam danos.

o poder da bruxa - laurie cabot - download Livro sobre bruxaria, magia, poder, força interior, feitiços, cultura, religião, sagrado feminino, crenças antigas. Livro sobre bruxaria, magia, poder, força interior, feitiços, cultura, religião, sagrado feminino, crenças antigas. O Poder da Bruxa – A Terra, A Lua e o Caminho Mágico Feminino. Autora: Laur o poder da bruxa - laurie cabot - download. Ler. Livro sobre bruxaria, magia, poder, força interior, feitiços, cultura, religião, o poder da bruxa - laurie cabot - download Bruxas De Salém, Bruxa Da Cozinha. Livro: O Poder da Bruxa Autora: Laurie Cabot OBS: Apesar da disponibilidade do livro em PDF, não deixe de comprá-los assim que possível. Laurie Cabot, conhecida como a bruxa oficial de Salem, e com mais de vinte anos de O interessante desse livro é o fato da autora defedenter uma explicaçao.

Por isso ocorre a grande afluência de casamentos em junho. Celebramos em junho a noite mais curta do ano, denominada em inglês a Mid-summer Night, quando Puck e Pa e todos os tipos de fadas e elfos andam correndo soltos por toda parte. E uma época de viagens e de grandes festivais ao ar livre, para dormir, cozinhar e comer a céu aberto. Quando agosto se avizinha, vemos sinais da primeira colheita e as Bruxas celebram esses primeiros frutos na festa de Lammas.

Em algumas tradições, essa é a festa de Lugnasadh, preiteando o grande Deus guerreiro celta, Luh. Em sua honra, fazemos jogos e organizamos eventos esportivos. A lei da polaridade e do ritmo requer que todas as coisas sejam equilibradas por seus opostos. Nesses dias sagrados, os nossos ancestrais alinham-se psíquica e espiritualmente e equilibram-se no fluxo e refluxo da vida.

Os rituais ligam-nos aos grandes e pequenos dramas do ano, e ao maior ciclo vital. Até o mais humilde ritual colhe o momento de poder e mudança, e o celebrante tem parte em algo que é maior do que ele. Alguns diriam que, nesses momentos de Com freqüência, diverte-me relembrar quantos altares diferentes construí ao longo dos anos. Alguns deles eram altares cerimoniais criados para círculos, outros eram altares permanentes em minha casa.

Toda Bruxa tem um altar em algum local de sua casa. No meu quarto de dormir conservo uma espécie de minialtar sobre o toucador, com uma vchi cor-de-rosa, um cristal de quartzo, incenso, um cetro e uma taça com um jardim de cristal. Esse minialtar é montado para atrair o poder do amor e aumentar a auto-estima. A maioria dos grupos espirituais e religiosos usa alguma forma de incenso em suas próprias cerimônias.

Uma doce fragrância impregna o recinto, purifica o ar, cria um espaço sagrado. Com o tempo, o aroma associa-se ao ritual, exatamente como pode ter sido associado no passado a uma igreja ou templo.

Uma vela contém todos os elementos: terra, ar, fogo, umidade. E um simples mas poderoso instrumento. Tal como o incenso, uma vela acesa altera o estado de espírito de um recinto. Algumas tradições dizem que a vela atrai os bons espíritos. A magia da vela permite-nos iniciar um sortilégio e deixar uma presença viva, física, do mesmo no altar enquanto nos, ocupamos de nossas coisas.

Uma vela continua para nós a nossa vigília. Podemos ter tantas velas quantas desejarmos em nosso altar para manter a nossa magia funcionando enquanto estamos fora, fazendo outras coisas. Quando adequadamente carregada, uma vela tem sua própria energia para realizar o trabalho de magia. Em todo altar de Bruxa existe um atame, uma faca de dois gumes com um punho preto que é usada como um cetro.

Do mesmo modo, pode dirigir a energia do corpo para a atmosfera. Cada madeira ou metal tem suas propriedades especiais, por isso é conveniente ler sobre elas antes de selecionar a espécie de cetro que se quer usar. Eu possuo diversos cetros feitos de materiais diferentes. Um cetro prolonga o nosso braço para que a energia possa ser dirigida para muito além de nós próprios. Um cetro atua como um laser na medida em que concentra energia e dirige-a para um lugar específico.

Uma amiga minha estava indo a um shopping center local a fim de baixar um cetro e, depois de percorrer todas as lojas de antigüidades e boutiques de presentes onde pensou que talvez pudesse encontrar o que queria, desistiu. Nada lhe satisfazia. Sobressaindo da porta do carro estava uma vara nas perfeitas dimensões da que pretendia para seu cetro.

Ela decidiu que sua "saída às compras" tinha sido um êxito. Pode-se baixar cetros dispendiosos, com incrustações de gemas e cristais, por até 2. Pode ser divertido sair em busca de instrumentos. As pessoas costumavam entrar em minha casa, em anos idos, e comentar que eu devo realmente gostar de colecionar rochas e cristais. Isso as deixava usualmente perplexas.

Respondi-lhes que sim e eles abanaram a cabeça, incrédulos. Hoje, penso que menos carregadores abanariam a cabeça. O cristal é provavelmente a "pedra branca" que os druidas usaram na Europa ocidental. Muitas Bruxas colocam um cristal em seus cetros, o que reforça a capacidade do cetro para concentrar e dirigir energia. Os cristais constituem um bom presente quando selecionados para um fim específico e uma pessoa específica.

Muitas anotações no meu Livro das Sombras envolvem experimentos que eu e outras Bruxas fizemos com cristais. Plantamo-los em nossas hortas na primavera e vimos crescerem verduras abundantes e sadias. Diferentes pedras e metais possuem a capacidade de curar e de aliviar a dor. O cobre, por exemplo, alivia a dor da artrite quando suas propriedades curativas entram em contato com as regiões atacadas.

O cobre é governado por Vênus e usado para o amor do indivíduo a si mesmo, o que o ajuda a curar-se. As gemas sempre foram usadas em partes do corpo desde os tempos antigos. Hoje, as pessoas ainda as usam mas sem compreender inteiramente suas propriedades especiais. Um bom livro sobre gemas e pedras Mesmo sem um conhecimento consciente de pedras, cada um de nós é ainda assim atraído para certas gemas, freqüentemente por causa de sua cor, formato ou textura. Quando nos perguntam por que favorecemos tal ou tal pedra, limitamo-nos usualmente a rir e a dizer alguma coisa como "Sempre gostei dela".

Num nível mais profundo, porém, somos atraídos para certas pedras porque sabemos inconscientemente que elas satisfazem alguma necessidade física ou espiritual pessoal.

O costume de usar amuletos da "sorte" remonta a essa profunda verdade: o espírito ou energia das pedras pode proteger, curar ou simplesmente fazer-nos sentir melhor. Nos antigos tempos, as Bruxas designavam os altares ao ar livre por um anel de pedras em torno de um rnontículo de terra, localizado, sempre que possível, à margem de uma falha geológica. No meu altar, eu A Terra inteira é sagrada e tem poder mas certos lugares foram reconhecidos desde os mais remotos tempos como pontos de incomuns concentrações de energia.

As Bruxas realizam peregrinações a esses sítios sagrados para efetuar rituais a fim de erguer o véu entre os mundos freqüentemente o véu de nossa própria cegueira humana e extrair a energia sagrada aí presente. Os cientistas também apuraram que, quando as pessoas mergulham em fortes campos eletromagnéticos, começam a se harmonizar com eles. Os campos que têm as mesmas freqüências eletromagnéticas que as ondas alfa cerebrais, associadas à criatividade e ao relaxamento, exercem um efeito físico direto sobre o nosso Em alguns locais, as elevadas concentrações de energia eletromagnética produzem halos em torno dos picos das montanhas, e quando se caminha através deles, os nossos cabelos ficam literalmente em pé.

Sentimo-nos carregados de energia. Toda planta tem uma aura, a carga invisível de energia que existe em torno de todas as coisas. É a luz refratada e refletida proveniente de impulsos elétricos, calor e vapor do objeto. Ou, por outras palavras, é simplesmente luz Ver o Apêndice. A raiz de bardana é governada por Saturno, Urano e Vênus. Sob a influência de Saturno, pode ser usada para disciplina.

Sob a influência de Urano, pode ser usada para comunicar ou divulgar alguma coisa ou promover alguém. Sob a influência de Vênus, a raiz de bardana governa o amor sexual, a amizade, o dinheiro, o crescimento, a sementeira, a fertilidade, e é auspiciosa para iniciar novos projetos. Eu estava ainda aprendendo a arte do Taro e como lidar com homens e mulheres que me procuravam com perguntas acerca de suas vidas pessoais.

Com a capacidade de deslocar e alterar a consciência, Bruxas e videntes têm desvendado os mistérios da vida para muitas pessoas. O significado de cada carta foi elaborado ao longo dos séculos, quando adquiriu a sabedoria coletiva de nossa cultura em suas numerosas imagens, cores e formas. Cada carta cria energia para o cliente e para o leitor. Algumas pessoas nasceram com ' 'a vista''; outras desenvolveram-na, por vezes no decorrer de muitos anos, praticando a ciência da Feitiçaria.

Quando registramos os símbolos e meditamos sobre eles num Livro das Sombras, seus significados tornam-se mais claros. Comecei lendo os objetos que os clientes selecionam de uma grande cesta de amuletos, contendo chaves antigas, conchas, cristais, moedas estrangeiras, escaravelhos de cerâmica, um ovo de malaquita verde, uma pedra lunar, cobre em bruto, uma corrente esculpida em pedra, e outros objetos.

LAURIE LIVRO O CABOT PODER DA BAIXAR BRUXA

Cada pessoa escolhe os objetos que revelam alguma coisa importante que estava recalcada no inconsciente ou que parece ' 'certa'' no momento. Seus pensamentos transcenderam o lugar-comum. Existem muitas chaves, e um baralho de Taro é uma delas. Só o presente tem poder para nós.

Ler cartas de Taro é um modo de concentrarmos o passado e o futuro num tempo e espaço presentes, onde as perguntas dos clientes encontram suas respostas. Um dos consolos que a Arte me proporcionou, como a leitura do meu Livro das Sombras sempre me relembra, é que nunca estou sozinha.

Todos estamos fazendo a Grande Obra, cada um à sua própria maneira. No próximo capítulo, irei mostrar como e por que a nossa Obra realmente funciona. Fez uma parada em Salem. Nathan perguntou se lhe permitiríamos fotografar o ritual do solstício de nossa Assembléia, algo que nunca tínhamos consentido antes.

Ele concordou e assim foi feito. As fotos reveladas mostraram um fenômeno insólito. Na fotografia final do grupo a luz azul ramificava-se em 12 raios fulgurantes, cada um dos quais levava até um membro da Assembléia. Nos dois meses seguintes, o Kodak Institute enviou Eu podia, porque a Feitiçaria é uma ciência baseada em causa e efeito. Foi isso o que aconteceu e o que disse ao pessoal da Kodak. Nos nossos termos, era simples causa e efeito.

Guia de Livros

Eles ficaram confusos, em conseqüência de suas noções preconcebidas sobre o que é real e o que é fantasia. Semanas depois, entretanto, eles voltaram e pediram-me que explicasse de novo. Após intensivos exames, os peritos concluíram que a luz azul estava realmente na sala. A piada corrente no Kodak Nos escritórios editoriais da National Geographic eclodiu uma polêmica sobre se imprimir a foto com a luz azul viva.

David Peat. Um dos mais valiosos livros sobre o assunto, que eu indico como leitura obrigatória a todos os meus alunos, é Stalking the Wild Pendulum, por Itzhak Bentov. Como explica F. Diz Peat: " E a resposta é por intermédio da luz. Elas emitem auras. Todas as coisas emitem, refratam e refletem luz. Uma outra descoberta perturbadora dos físicos do século XX é que o universo é metamórfico.

Elas simplesmente indicam a natureza metamórfica da realidade. O próprio Einstein ficou aturdido com suas implicações.

O Poder da Bruxa - Laurie Cabot

Ora atuam como partículas, ora como ondas. O fator determinante é como a nossa consciência as percebe. O que Por outras palavras, a inteligência deixa de ser apenas um traço humano para converter-se num aspecto essencial do universo inteiro. Como diz Peat, "O universo promana de uma fonte criativa A nova física reprova isso. Como diz o físico John Wheeler, "A velha palavra observador tem que ser simplesmente riscada dos livros, e devemos inserir em seu lugar a nova palavra participante.

Desse modo, passamos a perceber que o universo é um universo participatório. Por essas razões, a crença das Bruxas em que o pensamento pode ser projetado no universo e ter um impacto sobre a realidade externa é perfeitamente compreensível. Até mesmo os buracos negros, segundo parece, emitem partículas luminosas, de acordo com o físico de Cambridge Stephen Hawking. Pelo nosso envolvimento ativo na natureza, determinamos o que a natureza é; tomamos as coisas físicas e convertemo-las em energia; tomamos a energia e damos-lhe a forma de coisas materiais.

Por outras palavras, fazemos magia. Contudo, nada poderia estar mais longe da verdade. Sempre foi assim. Usar a ciência como uma abordagem da Feitiçaria fornece aos meus estudantes uma sólida base onde se apoiarem. A ciência é o nosso país; é onde nos sentimos em casa.

CABOT LAURIE DA O BAIXAR LIVRO BRUXA PODER

Ele parece ter ensinado as verdades universais por toda parte, pois surge até entre os nativos americanos corno os ardilosos deuses Corvo, Coiote e Lebre. Quando falo da Feitiçaria como ciência, uso a palavra ciência em sua mais estrita forma.

A Feitiçaria é um sistema baseado em hipóteses que podem ser testadas sob condições controladas. Levamos em conta os ingredientes físicos usados, a data e a hora, as condições meteorológicas, as considerações astrológicas, e o estado psicológico ou ânimo da pessoa que faz o sortilégio, porque o experimentador é parte integrante do experimento e, como os novos físicos atestam, afeta o desfecho do experimento.

A Lei do Mentalismo. O primeiro princípio hermético é o do mentalismo, o qual estabelece que o universo é mental, ou Mente. David Peat diz-nos que as descobertas científicas sugerem agora algo muito similar, que ' 'os fenômenos do mundo material têm seu esteio numa ordem generativa e formativa chamada inteligência objetiva.

E assim encontramos leis, princípios e Acabaríamos loucos. Abrimo-nos para a Mente do Todo. Deixamos o conhecimento entrar. Deixamos a luz entrar. Estamos iluminados. A Lei da Correspondência. O segundo princípio hermético é a lei da correspondência. Vivemos nas coordenadas de espaço-tempo que percebemos no exuberante plano físico, mas também vivemos num domínio sem espaço nem tempo que é independente do universo físico. Místicos e físicos sabem disso. A nossa perspectiva presa à Terra freqüentemente nos impede de enxergar os outros domínios acima e abaixo de nós.

O princípio de correspondência diz-nos que o que é verdadeiro no macrocosmo é também verdadeiro no microcosmo e vice-versa. Portanto, podemos extrapolar conhecimento e sabedoria do conhecido para o desconhecido. Podemos aprender as grandes Do mesmo modo, podemos aprender a nosso próprio respeito estudando os mundos turbilhonantes cm qualquer outro nível, seja o nível subatômico da matéria c da energia, ou o nível espiritual de anjos e divinas epifanias.

Um holograma é uma foto criada pela luz de dois feixes de laser: um banha o objeto a ser fotografado, o segundo projeta a luz do primeiro. A interferência desses dois feixes é captada num filme. Quando o filme revelado é iluminado por um terceiro feixe de laser, o objeto original aparece em três dimensões.

Cada parte contém um todo completo mas menor. As novas definições de espaço e tempo derivadas pela física moderna indicam que cada partícula de matéria contém todas as outras. Os místicos e alguns poetas intuíram isso muito antes da física moderna. Escreveu William Blake: To see a world in a grain of sand And a heaven in a wild flower. Hold infinity in the palm of your hand, And eternity in an hour.

Os hologramas podem finalmente ajudar-nos a entender aparições espectrais. Um fantasma pode simplesmente ser um holograma — uma imagem retida num determinado lugar, como uma miragem, sem as substâncias físicas que a constituem. Eu estava certa vez viajando no Death Valley e vi um velho trem correndo pelo deserto e vomitando grossos rolos de fumaça negra. Eventos históricos podem imprimir-se nos campos quânticos em que ocorrem. Um determinado tempo, espaço e evento pode ser "captado" ou "fotografado", por assim dizer, nos campos de energia universal.

O General George S. Fixando o olhar num cristal ou espelho ou qualquer outro meio que reflita e refrate a luz podemos captar imagens de eventos que ocorreram em outras parte do mundo e em outros tempos.

A cor é uma dessas correspondências. Os poderes associados a esses planetas podem ser ativados usando a cor apropriada. As Bruxas usam uma tabela de correspondências para encontrar os componentes corretos cores, ervas, gemas e outros ingredientes para seus sortilégios e rituais. No entanto, mesmo sem uma tabela ou lista, podemos descobrir a correspondência correta a partir da própria natureza. George Washington Carver podia fazer isso. Quando lhe perguntavam como realizava esses milagres, respondia: "Todas as flores falam comigo e também as centenas de pequenas coisas nos bosques.

Aprendi o que sei observando e amando todas as coisas. Boa parte de seus conhecimentos técnicos como horticultor e químico provinha de sua capacidade para extrair verdades científicas das próprias plantas. Uma tarde, ele perguntou à planta do amendoim: "Por que o Senhor te fez? Através da flor falo para o Infinito E aquela vozinha suave e calma que convoca as fadas. Ou é a voz que ouvimos no vento?

Eles trabalham com uma. Dos sistemas solares às partículas subatômicas tudo é movimento. Ela dança. O famoso rabdomante inglês T. Finalmente, determinou os comprimentos de arco para coisas materiais e conceitos abstratos, como amor, ódio, prata, enxofre, ouro, até morte e tempo. Alfa, por As ondas beta correspondem a estados de alerta e intensa atividade mental. As ondas teta ocorrem durante o sono profundo sem sonhos. A fotografia Kirlian é um outro modo de medir o campo vibratório em torno de objetos.

O campo de energia ao redor de plantas, rochas, inclusive o corpo humano, pode ser captado em fotografias especialmente reveladas. Estudos de fotografia Kirlian revelaram um interessante fenômeno a respeito dessas auras.

A intensa energia emocional e física consumida no decorrer de uma carnificina estampa-se no meio ambiente. As Bruxas sempre souberam que os objetos emitem energia.

Também acreditamos que vibrações e auras afetam as mentes e os corpos de outros e influenciam situações. Enviamos mensagens e informações pela energia que irradiamos. A Lei da Polaridade. A polaridade é a chave do poder no sis tema hermético. Saber isso é a chave para fazer o universo trabalhar para nós em vez de contra nós.

O físico Niels Bohr chama a isso o princípio de "complementaridade", o qual estabelece que a energia dçve ser descrita como partículas e como ondas. Provou certamente sua utilidade para expressar as grandes verdades espirituais de todas as idades. Somente por paradoxo os grandes mestres espirituais foram capazes de transmitir suas profundas intuições sobre a natureza íntima das coisas. Disse Jesus As Bruxas usam o princípio de complementaridade, ou polaridade, tal como se manifesta em cargas positivas e negativas.

Sabemos que a carga em qualquer coisa pode ser alterada. Nada é fixo. Todos os objetos, estados de ânimo e estados mentais têm pólos positivos e negativos, à semelhança daqueles circuitos elétricos entre os quais a energia passa.

Estamos simplesmente trabalhando com as leis da natureza do modo mais intenso e profundo. É estimulante saber que a energia vital flui num contínuo entre pólos opostos e que nunca nos detemos em qualquer ponto do contínuo. Aprendendo a "caminhar em equilíbrio", como dizem os índios americanos, podemos impedir que nossas vidas sejam dominadas por qualquer extremo. Com o tempo, passamos a reconhecer o ponto médio entre extremos, a centrarmo-nos e equilibrar-nos.

In médio virtus, diz um antigo provérbio romano, e a palavra latina virtus significa força, vigor. Nada é mais forte do que isso. A Lei do Ritmo. A lei do ritmo proporciona-nos um importante vislumbre sobre como esses opostos se movimentam. Eles movem-se em círculos. Tal como as ondas no oceano, o movimento linear que parece avançar contém realmente Uma vez mais, o paradoxo dos opostos. As coisas recuam e avançam, descem e sobem, entram e saem.

Elas fluem e refluem. Mas também giram em círculos e espirais. O ritmo é o movimento medido entre extremos. O poeta T. Todo o universo inspira e expira, lentamente, durante uma eternidade de tempo. A Feitiçaria treina-nos para encontrarmos o nosso lugar nesse fluxo e ensina-nos como dirigir essa energia. É um princípio fundamental da filosofia hermética que a vontade humana pode dominar as forças que nos cercam, mesmo quando trabalhamos com elas.

Diz The Kybalion, "O pêndulo oscila sempre, embora possamos escapar de ser levados com ele. O ritmo é a natureza cíclica do fluxo que assegura sempre ciclos completos. Consegui, mas sabia que algo estava terrivelmente errado. Assim, decidi integrar o ritmo de minha vida nos ritmos da sociedade. Comecei ensinando e oferecendo meus sei viços como curandeira, professora e conselheira. Logrei obter uma espécie de equilíbrio dinâmico, que é ainda o meu ideal.

BRUXA LAURIE O LIVRO PODER BAIXAR DA CABOT

Mas como todas as coisas contêm seus opostos, o mesmo ocorre com o meu equilíbrio dinâmico. A Lei do Gênero. O princípio hermético do gênero diz que tudo tem componentes masculinos e femininos.

E semelhante ao princípio de anima e animus que Gari Jung e seus seguidores popularizaram, ou seja, que cada pessoa contém aspectos masculinos e femininos, independentemente de seu gênero físico.

Nenhum ser humano é totalmente masculino ou feminino. A lei do gênero é realmente acerca de força e energia. Em todas as coisas existe uma energia receptiva ou feminina e uma energia projetiva ou masculina, a que os chineses chamam yin e yang. De acordo com a lei da polaridade, todas as coisas contêm seus opostos e, de acordo com a física moderna, existe uma vitalidade dinâmica entre esses opostos.

A magia é trabalho criativo. Os estudos de criatividade indicam que a androginia é um componente importante no indivíduo criativo. Em outras histórias, o andrógino permaneceu intato, trouxe a cultura para a Terra e exerceu um importante papel de mediador entre os sexos e os mundos do espírito e da matéria.

Uma Bruxa nutre seu animus; um Bruxo corteja sua anima. Para muitos Bruxos e Bruxas, anima e animus tornaram-se guias psíquicos. A Lei de Causa e Efeito. A ciência moderna mostrou que, no nível molecular, a lei de causa e efeito deixa de funcionar como no macrocosmo.

Os novos físicos falam mais de probabilidade do que de previsibilidade.

Como explica Peat, a " Assim, o antigo princípio hermético segundo o qual tudo tem uma causa e é, por sua vez, a causa de alguma outra coisa é, na realidade, mais abrangente e excitante do que parece à primeira vista. Estamos literal e metaforicamente ligados ao universo inteiro. As nossas ações têm repercussões cósmicas. Aquilo a que as Bruxas chamam "projeções" - pensamentos e intenções dirigidos da mente para o mundo externo -- produzem um impacto definido.

Têm um efeito. Influenciam eventos externos. É claro, as técnicas para influenciar outros por projeções mentais devem ser aprendidas e dominadas. Devemos aprender como passar imperceptivelmente pelas barreiras naturais que impedem nossas mentes de perder continuamente o controle no universo inteiro! Se cada um pudesse estar na mente de todos os outros o tempo todo, seria o caos! O poder de uma Bruxa, como o de qualquer pessoa, é controlado pelas esferas de poder e energia acima, abaixo e em torno dela.

As Leis Herméticas mostram o desenvolvimento ordenado da vida. Cada um é uma encruzilhada ou um Contém todo o tempo e todo "espaço. No segundo andar, juntam-se 30 pessoas a fim de aprenderem os princípios da Feitiçaria. Susan, uma empregada do interior do Estado de Nova York, trabalha com Frank, seu parceiro por esse dia, um programador de computador de uma firma de publicidade com sede em Boston.

Susan procede à contagem regressiva de Frank para alfa, com a Contagem Regressiva de Cristal, que o grupo aprendeu na véspera. Susan prepara-se para dizer que sim mas detém-se. Lembrou-se de algo.

Ele assim faz. É duro para ele confiar em si mesmo, nus decide-se. Esse enfoque de "conserto" raramente se dirige ao sofrimento mental, emocional e espiritual que acompanha a doença física. Com o passar dos anos, muitas foram as técnicas de tratamento psíquico que se perderam. É inteiramente possível, é claro, uma vez que os experimentadores sempre influenciam os resultados de seus experimentos, que uma. Rhine na Duke University, na década de As ondas delta de de l a 3 ciclos por segundo ocorrem no sono profundo e sem sonhos.

Diz Itzhak Bentov: "O princípio geral subjacente Pribram aplicou o conceito de hologramas ao cérebro e argumentou que a teia de impulsos nervosos cobre o cérebro inteiro tal como os padrões laser atravessam de lado a lado um pedaço de filme. Somente em estado de transe elas podiam responder às perguntas dos suplicantes. Os médicos-feiticeiros ameríndios usam os tambores e cânticos rituais para concentrar a consciência num estado alfa enquanto realizam cerimônias de cura ou buscam visões pessoais.

Num estado alfa ocorrem mudanças maravilhosas. Temos menor consciência das categorias espaço-temporais que usamos para processar a experiência. Em alguns estados de transe, os olhos de uma pessoa rolam naturalmente para cima, fixando-se nesse local de poder acima dos olhos.

Situada no centro da cabeça, sob o mais espesso e duro osso do crânio, essa glândula-mestra pareceria estar enterrada profundamente demais para poder receber luz. No Oriente é um dos sete chakras. Os monarcas egípcios usavam um ornamento com cabeça de cobra no centro da testa.

Biblioteca – Recanto Brianna

É isso o que fazemos em todas as grandes datas festivas da nossa Arte. Era versado no misticismo oriental e ocidental de seu tempo e foi iniciado nas escolas dos mistérios egípcios, babilônicos, caldaicos e de Elêusis. Dois é a morte, a ciência, as gerações, tudo o que é dual e todos os opostos.

O quatro abrange a harmonia, o vigor, a virilidade, a impetuosidade, e é chamado "a fonte da Natureza".

Seis é tempo, panacéia, o mundo e a suficiência. Oito é amor, lei e conveniência. Nove simboliza o oceano, horizonte, fronteiras e limitações.

Dez é a idade, o poder, a fé, a memória e a necessidade. Em alfa podemos diagnosticar doenças, enviar energia curativa para outros, absorver conhecimentos importantes, vigiar seres queridos onde quer que vivam, recuar ou avançar no tempo A sociedade engendrou tabus a respeito desse gênero de trabalho e a maioria das pessoas cresceu com poderosas inibições culturais que as impedem de o fazer.

Também estamos programados para rejeitar qualquer estado que nos pareça "irracional". Verifico haver algumas pessoas muito relutantes em aprender alfa e explorar seus potenciais por causa dessas atitudes da sociedade. Com o tempo, a maioria das pessoas supera-as quando se apercebem de que alfa é uma fase importante da vida. E suspeito de que as inibições de algumas pessoas a respeito de aprender esse trabalho resultam de se aperceberem, ainda que inconscientemente, de que alfa acarreta responsabilidades.

Os nossos ancestrais, entretanto, pensavam de modo diferente. De fato, eles podem ser divertidos. Penny só tinha oito anos nessa época e tivera uma semana acidentada com suas colegas de escola que zombavam dela e a insultavam por ser Bruxa. Depois comemos o nosso almoço e fomos para casa. Por vezes, precisamos ver a magia funcionando assim, de maneiras espetaculares, divertidas e surpreendentes. Durante os meus primeiros meses em Salem, quando tinha muito pouco dinheiro, tive que encontrar formas de ganhar dinheiro para pagar o aluguel.

Estamos sempre vivendo em ambos os planos. Nunca temos de abandonar o nível espiritual quando nos firmamos no plano material. Como Bruxas ou como cientistas, devemos estar assentes na matéria e no espírito. É o cerne da Feitiçaria. O estado alfa é a base científica para a magia. Para desenvolver os próprios poderes psíquicos e aprender os métodos da Arte é imprescindível aprender a controlar alfa. É simples mas de extrema importância. Ler na íntegra as instruções para a Contagem Regressiva de Cristal repetidas vezes antes de tentar fazê-la.

Para colocar-se em alfa, procurar um lugar tranqüilo, sentar-se confortavelmente, fechar os olhos e passar um minuto respirando profundamente e relaxando. Na realidade, a tela em que o Terceiro Olho projeta imagens cerca-lhe toda a cabeça como um capacete, mas a maioria das pessoas somente vê imagens no segmento frontal.

É possível que note os olhos pestanejando um pouco, embora continuem fechados. Podem tender até a revirar-se de baixo para cima, como se isso ajudasse a ver melhor a tela. Chega agora o momento de treinar para ver sua mente. Se tiver dificuldade em esparrinhar as cores na tela, recordar algum objeto que seja da cor que quer visualizar e ver com o olho da mente — por exemplo, um carro vermelho de bombeiros, uma laranja, uma banana amarela. Praticar isso até ser capaz de ver o campo de cor.

Quando vir o sete vermelho, retenha-o por um momento e depois solte-o. Esse espectro de cores ou arcoíris é também uma poderosa imagem arquetípica em todas as culturas. Os índios norte-americanos viram o arco-íris como um reflexo da unicidade em meio à multiplicidade na natureza e o ideal de paz e equilíbrio entre todas as criaturas. No folclore céltico, o arco-íris indicava a presença de gnomos, fadas e um possível vaso de ouro. Os mitos nórdicos falam de uma ponte de arco-íris, Bifrost, a qual só os deuses podem atravessar.

No folclore moderno, o arco-íris separa a banalidade do Kansas dos esplendores de Oz. Muito embora tenha sido feita a contagem regressiva, De fato, a qualquer momento que sinta querer recomeçar, você pode. Ser arrancado de forma brusca de um sono profundo ou sonho é sempre desorientador, e algo parecido ocorre quando se sai de alfa depressa demais.

Conte-se progressivamente, abrindo os olhos devagar e dando-se conta de sua presença na sala. Quando se sentir mais à vontade e E assim deve ser, pois alfa é um estado natural, no qual se ingressa todo dia ou toda noite em sonhos e devaneios.

Entrar em alfa conforme se explicou acima. Ponha-a claramente à vista, examine-a cuidadosamente, observe seu tamanho, forma, cor, o talo, quaisquer folhas, manchas, machucaduras, orifícios de lagarta. A ponta do indicador é para "ver" e "ler". A ponta do dedo médio ajuda a memorizar e recordar.

Pode fazer-nos transpor a nierika e depois trazer-nos outra vez de volta. Os conhecimentos profundos que provêm do inconsciente nem sempre podem ser expressos em palavras; requerem freqüentemente a poesia, o canto e o ritual. Algures no centro da alma humana existe um senso de identidade que jamais pode ser transmitido somente por palavras de um ser humano para 29 Cada um sabe haver em si muito mais do que pode ver ou expressar, tal como sabe haver no universo mais do que atualmente compreende.

Na melhor das hipóteses, o indivíduo só pode fornecer alusões e lampejos do seu eu mais profundo através das coisas de que gosta, daquilo que teme, do modo como se desempenha, da forma como sorri. O conhecimento que uma Bruxa tem de si mesma, da natureza, do poder divino que transcende o próprio cosmo pode expressar-se melhor através do mito, símbolo, ritual, drama e cerimônia. Com esses ritos e imagens podemos — como dizem as Bruxas - "puxar para baixo a Lua''.

Nos tempos modernos, pensamos freqüentemente que o entendimento e o significado substituem o mistério mas nada pode estar mais longe da verdade. Eles tornam-se mais ricos e mais profundos. Em algumas tradições nativas, as pessoas cantam para que o sol se levante ao Somos co-criadoras do universo. Talvez em nenhuma parte eles viram, em toda a sua experiência, esses eventos processarem-se de um modo mais pessoal e mais íntimo do que nas transformações da mulher.

A capacidade de conceber uma nova vida humana, dar à luz, produzir leite e sangrar com as fases da lua, inspirava temor e reverência. Só ela tinha o poder de produzir e nutrir a vida. Sem ela, a nova vida extinguir-se-ia. A mulher refletia as mudanças cíclicas paralelas às mudanças sazonais da Terra e às fases mensais da Lua.

Era um fato biológico. Nada tem de surpreendente que o papel do pai tivesse passado despercebido por tanto tempo. De qualquer modo, o conceito de paternidade e de permanente acasalamento desenvolveu-se relativamente tarde na história humana. Simbolicamente, os defuntos tinham reentrado no ventre da Terra. A mulher era a fonte da vida. Os ciclos recorrentes da mulher eram paralelos aos ciclos recorrentes da natureza. O grande "mito do eterno retorno" para usar a maravilhosa frase de Mircea Eliade, o renomado estudioso das religiões do mundo era o mito repetidamente interpretado no ciclo vital de todas as mulheres, em cada gravidez que produzia uma nova vida humana, e na misteriosa hemorragia que ocorria com cada lua e parava quando o ventre retinha seu sangue e ficava cada vez mais cheio, como a lua crescente.

Monica Sjöö e e Barbara Mor disseram isso em termos muito sucintos: "Deus foi feminino durante, pelo menos, os primeiros anos de vida humana na Terra.

E 35 Da Venezuela vem a história de Puana, a serpente que criou Kuma, a primeira mulher, de quem brotaram todas as coisas vivas e todos os costumes do povo Yaruros.

Uma história do Huron fala-nos da Mulher Que Caiu do Céu, uma mulher divina que, com a ajuda da Tartaruga, iniciou a vida humana na Terra. Desse ambiente feminino brotou Fan Ku, o primeiro ser que criou a Terra.

Um mito sumério explica como a Deusa do Mar, 36 Os maias contavam muitas histórias do Construtor e Formador, que tinha muitos nomes, entre eles os de Avô e Avó. Masculino e feminino Ele!

E em muitas descrições escritas, assim como nas obras de arte que sobreviveram, vemos essa tríplice natureza --às vezes retratada como três faces — refletida nas três fases da lua. Também neste caso os primitivos adoradores humanos entenderam que um e o mesmo poder ou mistério agia na mulher e na lua. Vimos homens e mulheres de antanho representando essa fase da Lua como uma donzela que vai crescendo e ficando mais forte a cada dia que passa.

A trompa tem a forma de uma lua em quarto crescente. Uma de suas mais antigas representações é a estatueta com anos descoberta na França e batizada pelos arqueólogos como a Vênus de Laussel. Representa uma mulher pintada de ocra vermelha erguendo a trompa de caça num gesto triunfante. O historiador de arte 38 Ironicamente, a linguagem que os nossos historiadores contemporâneos têm usado tradicionalmente para falar dos caçadores da Era Glacial fala de violência, matança e homens.

Bruxas e magos, em toda parte, sempre consideraram ser esse um tempo de grande poder. É um tempo que nos atrai para lugares sagrados, como as fontes e grutas escondidas que as mulheres neolíticas poderiam ter usado como seus lugares originais para dar à luz.

Em seu fascinante estudo The Great Mother, Erich Neumann sugere: "O mais antigo recinto sagrado da era primordial era provavelmente aquele onde as mulheres davam à luz. Quando ingressamos nesses lugares de silêncio e calma, muitas vezes como que iluminados pela luz da lua cheia, sentimo-nos nascidos numa vida mais sagrada e mais próximos da fonte de toda vida.

Quando ela vai embora nos meses de inverno — como Deméter procurando sua filha Kore no inferno — a terra fica estéril. Quando ela retorna na primavera, tudo reverdece uma vez mais. De acordo com muitas lendas antigas, o "jovem Deus deve morrer". Neste ponto, verificamos que o antigo mito e os costumes sociais se alinham. Como as mulheres eram vitais para a sobrevivência da tribo, pois só elas podiam parir e alimentar os recém-nascidos, a perigosa tarefa de espreitar, perseguir e matar animais selvagens passou a ser responsa-bilidade dos homens.

Havia razões estratégicas e 40 Como ritual, o capacete ornado com chifres homenageava o espírito do animal e identificava o jovem caçador com o animal que ele esperava matar. Assim, ao usar os chifres e as galhadas, o caçador tornou-se o caçado em corpo, mente e espírito. Ele assemelhava-se à presa; pensava como a presa; consubstanciava o espírito de sua presa. Estrategicamente, o caçador envergava os próprios chi-fres e a pele do animal por segurança e para garantir o êxito da jornada.

Ocultando suas formas e cheiro humanos, ele podia acercar-se do rebanho ou da manada sem espantar os animais. Tocaiar e matar um grande animal armado de chifres era perigoso. Muitos caçadores foram escornados ou atropelados até a morte. O caçador encontrou freqüentemente a morte nos meses de inverno, a época da caça em que o pêlo é espesso e a carne é facilmente preservada no ar gelado.

Era a época do gelo e da morte. Joseph Campbell diz-nos em The Way o f th e 41 Animal Powers que "o desaparecimento e reaparecimento anual das aves e dos animais selvagens também deve ter contribuído para esse sentimento de um mistério geral urdido pelo tempo", um mistério que faz todas as coisas terem seu tempo para morrer e renascer. A Terra e a Mulher cuidam disso. Segundo Sjoö e Mor, "o formato de colméia de tantos cômoros de terra neolíticos era intencional e simbólico.

Lentamente, deliciosamente, bebo o poder e a energia da lua. Sinto-a deslizar pela minha garganta, até retinir e formigar por meu corpo todo. Eu engoli a lua. Atraímos sua energia para os nossos corpos quando nadamos ao luar. Mesmo dentro de casa, nos frios invernos da Nova Inglaterra, reunindo-se em meu living em torno da lareira, o meu grupo de bruxas traz o formato da lua cheia para a nossa presença ao dispor-se num círculo. Em algum ponto da vida de toda mulher o ciclo menstrual cessa.

Ela deixa de sangrar com a lua. Passa a reter seu sangue para sempre, ou assim deve ter parecido aos nossos ancestrais. Conserva seu poder e, portanto, é agora poderosa. Como a lua em quarto minguante, seu corpo encolhe, sua energia declina e, finalmente, ela desaparece na noite escura da morte, tal como a lua desaparece por três noites de trevas. Seu governo durante a 43 Onde quer que três estradas se cruzassem, Hécate podia ser encontrada, pois aí a vida e a morte passavam uma pela outra, segundo se acreditava.

Dizia-se que, na morte, Hécate reunia-se às almas dos defuntos e as conduzia ao mundo subterrâneo2. No Egito, a Deusa da Lua Escura chamava-se Heqit, Heket ou Hekat, e era também a Deusa das parteiras, visto que o poder que leva as almas para a morte é o mesmo poder que as puxa para a vida. O eterno retorno da vida é visto e sentido em todas as estações da Terra.

Assim os nossos ancestrais se maravilharam, se indaga-ram e renderam culto. E assim as Bruxas continuam hoje os antigos costumes e a fazer da vida algo sacrossanto. Nos primeiros anos do século XX, o arqueólogo Arthur Evans descobriu as ruínas de uma cultura perdida na cidade de Cnossos, na ilha de Creta. As pinturas e os artefatos por ele encontrados descreviam uma cultura amante da paz, alegre, festiva e sensual, onde as mulheres detinham posições de honra e poder, e onde os homens eram subservientes e presumivelmente tinham um status de segunda classe.

No começo, os investigadores pensaram que a cultura minóica de Creta era uma espécie de acidente feliz mas excepcional.

No outro extremo do Mediterrâneo, Marselha e Siracusa eram centros de culto da Deusa, e talvez o mais famoso de todos estivesse em Éfeso, na Grécia. Muitos estudiosos assinalaram suas fortes semelhanças com muitos mitos e lendas europeus acerca de uma Idade de Ouro, sugerindo que os mitos surgiram como relatos subseqüentes do que em tempos passados tinha sido uma realidade. A ausência de fortificações militares e de armas indicam tratar-se de culturas amantes da paz.

As armas eram As mulheres atuavam como sacerdotisas, artistas, agricultoras e caçadoras de animais de pequeno porte. Como salientou o psicanalista Erich Fromm, os filhos devem conquistar o amor do pai, usualmente pela obediência e o conformismo. A natureza sacrossanta de toda vida teria sido realçada, e o comportamento destrutivo, violento, desencorajado. Sua descoberta levou alguns estudiosos a sugerir que a 46 Entre as primeiras tentativas artísticas podem ter estado os desenhos que as mulheres pintaram no couro ou urdiram nos têxteis.

Os fornos Com seus conhecimentos de ervas medicinais e remédios, as mulheres foram os primeiros curandeiros oficiais. A experiência das mulheres também deu forma ao con-ceito de tempo dos nossos ancestrais.

Também foram usados por povos tribais nas Américas até os tempos modernos. The very mention of admin sends shivers down the president. You have been warned! Pensando nisso trazemos para vocês uma Lista de Livros que consideramos de suma importância para o desenvolvimento da Magia. Mondini Magus - Francis Barrett Vol. Leland Legends of Florence - Charles G. Equipe Reviews Contato. Inscrever-se Postagens Atom. Pesquisar este blog. Featured author.