3deko.info

Olá, meu nome é Pablo e criei este blog para ajudar os estudantes portugueses a estudar. Carrego milhares de arquivos úteis toda semana

BAIXAR CD GROUNDATION UPON THE BRIDGE


- Groundation - A Miracle - Groundation - Upon The Bridge TAGS : Reggae, roots, download, baixar, free, full album, album. Groundation - Upon The Bridge () BAIXAR CD SERVIDOR 1. NOME. BAIXAR CD SERVIDOR 2. NOME. 0. Categorias: Groundation. Groundation - Hebron Gate (). Só Reggae 05 - Picture on the Wall 08 - Freedom Taking Over BAIXAR CD SERVIDOR 1 Categorias: Groundation.

Nome: cd groundation upon the bridge
Formato:ZIP-Arquivar
Sistemas operacionais: Android. Windows XP/7/10. iOS. MacOS.
Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
Tamanho do arquivo:13.35 Megabytes

THE BAIXAR CD BRIDGE UPON GROUNDATION

Convidamos à leitura. Oferece os modos Manual, Oscillator, Envelope e Remote. Breeze a Blow 6. Paste as plain text instead. Israel Vibration - On The Rock México: Herder, Novela histórica, El siglo de las luces no ignora nada de los recursos ilimitados del imaginario de los tiempos históricos. Mas existem outras possibilidades para explicar a origem dos toques criados nestes blocos afro. Payaka Way Varguez Pasos elaboradas sobre el Caribe por conquistadores, viajeros y autoridades coloniales o por los actuales medios de comunicación y agencias turísticas. Madrid: Alianza, Adam Taylor téc. The Dreamer Assim como Buckle, L. La Habana: Casa de Las Américas, Em , One Day foi aclamado com o prêmio D.

Groundation - Upon The Bridge () BAIXAR CD SERVIDOR 1. NOME. BAIXAR CD SERVIDOR 2. NOME. 0. Categorias: Groundation. Groundation - Hebron Gate (). Só Reggae 05 - Picture on the Wall 08 - Freedom Taking Over BAIXAR CD SERVIDOR 1 Categorias: Groundation. Cada novo trabalho do Groundation tem convidados especialíssimos e o último CD,"Upon the Bridge", não foi uma exceção. Duas lendas vivas do reggae. O álbum inicia a incrível saga contada em suas músicas que continua até o último CD "Upon The Bridge". Para reforçar seu estilo raiz, o álbum. groundation - live à l'olympia. 16 faixas. Groundation - Upon The Bridge · Upon The Bridge. 9 faixas. Groundation - Dub Wars. Dub Wars.

Usado por Billy Sheehan b. Apresenta três presets slow phase, medium phase e fast phase para diferentes velocidades do efeito.

Com a mudança de um preset para o outro a velocidade é alterada gradativamente, de maneira similar à que ocorre em uma caixa Leslie.

UPON THE BRIDGE GROUNDATION BAIXAR CD

Apresenta entrada para footswitch opcional. M Phase c. Oferece dois modos - Vintage "script logo" e Modern "block logo" - para sonoridades distintas. Mu-Tron Bi-Phase : unidade de mesa. Chris Chaney b. Jota Quest , Paul Turner b. Flea b. Efeitos relacionados - semelhanças e diferenças Apesar de bastante popular, o som do chorus ainda é muitas vezes confundido com o de outros efeitos, como flanging, detune, vibe, doubling e vibrato.

No chorus, o tempo de atraso pode ser ajustado entre 5 e 30 ms, aproximadamente, enquanto no flanger, em geral, varia de 0,5 a 15 ms Outra diferença importante é que o flanger conta com um controle de feedback, ausente nas unidades de chorus. O detune, por sua vez, é um dos modos de funcionamento de um pitch shifter, raramente sendo encontrado como unidade independente.

Normalmente, oferece dois modos: chorus e vibrato. No entanto, apesar da nomenclatura em comum, o que o modo chorus oferece é uma sonoridade distinta da oferecida por um pedal de chorus convencional, ficando mais próxima à de um phaser.

Quanto ao tipo de saída Mono ou estéreo. Oferece os modos chorus e vibrato, além dos efeitos de reverb e distortion. Adotado por Peter Hook b. EH Small Clone c.

THE BAIXAR UPON CD BRIDGE GROUNDATION

Oferece os modos double track, chorus, flange e filter matrix. Foi reeditado como Stereo Poly Chorus Stereo Clone Theory c. Billy Corgan The Smashing Pumpkins. Nicole Fiorentino b. David Ellefson b. M Micro Chorus : reeditado em pela Dunlop.

M Analog Chorus : com saídas estéreo. Projetado por Chuck Monte, originalmente para ser usado com piano elétrico. Conta com três circuitos de chorus, atuando nas posições esquerda, central e direita do panorama estéreo.

Possui saídas estéreo. Man Chorus c. Man Chorus. Mais controles podem ser acrescentados para aumentar a versatilidade dos efeitos, variando de uma unidade para a outra. Usado por Doug Wimbish b. Living Colour , Justin Meldal-Johnsen b. Usado por Marcos Suzano perc.

Tempo de delay — intervalo de tempo entre as repetições do efeito. As primeiras unidades de fita dedicadas exclusivamente a efeitos de delay foram lançadas nos anos e batizadas como echo-chamber boxes Mixando o som direto do instrumento com o sinal processado pelo delay era possível simular o efeito de eco.

Provavelmente a primeira unidade com delay de fita a ser comercializada foi o EchoSonic, um amplificador com delay integrado, projetado e fabricado pelo acordeonista, engenheiro, inventor e dono de loja de instrumentos musicais Ray Butts, a pedido do guitarrista local, Bill Gwaltney, em Cairo, Illinois, nos Estados Unidos. O resultado foi o EchoSonic, um amplificador que apresentava Tais unidades predominariam até o final dos anos , quando passaram a ser sistematicamente preteridas pelos primeiros delays analógicos de BBD e modelos digitais.

Em geral, possibilitam diferentes combinações dos tempos de delay oferecidos. Controle do tempo de atraso delay time Determina o espaço de tempo entre as repetições. Muitos modelos apresentam diferentes nomenclaturas para os diversos modos. Possui um tempo de delay fixo, geralmente ajustado entre e ms. Projetada e construída por Ray Stolle, foi distribuída inicialmente pela Fender e, mais tarde, pela própria Ecco-Fonic.

EP-2 c. Maestro EP-3 c. Oferece tempo de delay de 80 a ms, aproximadamente, e modo sound on sound. Maestro EM-1 Groupmaster c. Steve Howe Yes.

EP-4 c. Neil Young e Rich Costey prod. Apresenta formato similar ao de um cabeçote de amplificador. Foi precedida pelos modelos RE sem reverb e RE com reverb de molas , lançados em RE Space Echo : Possui três cabeças.

Inclui reverb de molas. RE Chorus Echo : usado por Flood prod. Seu funcionamento baseia-se no uso de discos magnéticos rotativos em vez de fitas analógicas.

Nos Estados Unidos foram distribuídas pela Guild. Usada por Hank Marvin The Shadows. Echorec 2 : foi o modelo mais utilizado pelos integrantes da banda inglesa Pink Floyd.

Ajudou a forjar de forma marcante a sonoridade psicodélica e espacial do grupo na etapa inicial de sua carreira. Echorec P. Usada por David Gilmour Pink Floyd. Echorec A TR c.

Usado por Jerry Douglas res. DTE-1 Reel Echo c. RE Space Echo. Modo sound on sound de até 20 segundos. Os primeiros modelos foram lançados em meados dos anos e introduzidos no mercado pelas empresas norte-americanas Electro-Harmonix e MXR, seguidas pelas japonesas Maxon, Ibanez e Boss.

Sangster e K. Tempo de delay de 20 a ms. Tempo de delay de até ms, com Modulation switch e ajustes internos de width e rate. Tempo de delay de 50 a ms, aproximadamente.

Oferece tap tempo que permite um ajuste de tempo de delay ainda maior, chegando a até três segundos , modulation com controles de depth e speed e modo subdivision. Usado por Michael Shuman b. Nos anos , as versões digitais predominariam, com uma forte tendência para o formato de rack. Usado por Bootsy Collins b. M Digital Delay : unidade de rack no formato 1U, com tempo de delay de até ms. Chris Squire b.

Usado por Daniel Lanois prod. Inclui tremolo e auto panning, além de efeitos de dinâmica compressor, expander, gating e looping. Memória para até 99 presets. Apresenta tempo de delay de 10 ms a 12 segundos e três footswitches modulation delay, engage e tap tempo.

Usado por Beto Montag vib. As primeiras versões do efeito foram desenvolvidas na década de e chegaram ao mercado praticamente ao mesmo tempo que os pedais de delay analógico.

Apenas no início dos anos , seria lançado o primeiro pedal compacto dedicado exclusivamente ao efeito, o Boss DD-2 Digital Delay. Pode variar bastante de um modelo para o outro. Também pode indicar a célula rítmica a ser empregada nas repetições semínima, colcheia, colcheia pontuada, etc.

Acima de ms;. Oferece quatro modos de funcionamento short, medium, long e hold. DD-3 : similar ao modelo DD Albert Hammond Jr. Alex Lifeson Rush , Colin Greenwood b. Oferece os modos short, medium, long, extra long, hold, reverse e warp. Adam Jones Tool , Dadi Carvalho b. MD3 c.

Rádio Reggae Brasil Playlist Heute - Titelsuche & letzte Songs | Online Radio Box

Head Rush E2 : similar ao E1, mas com tempo de loop estendido para até 35,6 segundos, sem overdubbing, ou 17,8 segundos, com overdubbing. Colin Greenwood b. I set the other DD-3 for a longer delay that I use for a special effect sometimes.

CD UPON BAIXAR THE BRIDGE GROUNDATION

Tostoi Lenine , Juan Alderete b. Chris Lord-Alge eng. Michael Jackson , PJ b. Quando ouvimos um som, na maioria das vezes é possível distinguirmos duas partes: - O som direto, ou seja, aquele produzido pela fonte sonora. Essas reflexões rapidamente tornam-se mais numerosas e densas, e seguem perdendo intensidade, de acordo com o tamanho e a natureza reflexiva do ambiente, até tornarem-se imperceptíveis.

Podem ser encontrados no formato de pedal e utilizam chips de circuito integrado do tipo BBD, como o Panasonic MN, para produzir o efeito de reverb. Fundada em Detroit, em , por Berry Gordy, Jr. Amplificadores de guitarra com reverb de molas Em , o engenheiro Alan Young desenvolveu um modelo de reverb de molas mais compacto, o Hammond Type 4, rapidamente adotado pela Fender. O Type 4 foi o modelo de reverb instalado na unidade, lançada em , ajudando a popularizar o efeito.

Além disso, o efeito ajudou a definir as sonoridades típicas do reggae e do dub jamaicanos, sendo muito utilizado pelos produtores desses estilos. Atualmente, diversos fabricantes oferecem amplificadores com reverb de molas, que continua sendo o tipo de reverb preferido de muitos guitarristas. Apesar das diferenças de sonoridade, o funcionamento dos reverbs de molas e de placa é similar, seguindo os mesmos princípios. Nele, o sinal do instrumento é transmitido por um transdutor de entrada um driver parecido com um falante , fazendo com que uma grande e fina chapa de metal ressonante, que permanece suspensa com a ajuda de molas ou ganchos, vibre.

Mais caros e complexos que os reverbs de molas, os plate reverbs tendem a produzir uma sonoridade relativamente mais natural e realista, sem, no entanto, oferecer a mesma praticidade daqueles. Walter Kuhl, em Hamburgo, na Alemanha. REVERB DIGITAL Nos anos e , o avanço da tecnologia digital levaria ao desenvolvimento de novas versões para as antigas unidades de efeito analógicas, o que foi especialmente relevante no que diz respeito aos efeitos de ambiência. Entretando, o primeiro modelo comercialmente bem-sucedido foi o EMT , lançado em No caso, correspondem aos diversos tipos de revebs que a unidade oferece.

Em , seria a vez do plug-in Audio Ease Altiverb. Por exemplo: small church, gymnasium, old plate, combo spring, etc. Projetado pelo Dr. Barry Blesser. Usado por Brian Eno prod. Unidades de rack com ênfase no efeito de reverb.

John Petrucci Dream Theater ; - Alesis. Unidades de rack. Apresenta o controle pre eq, para o ajuste de tonalidade do efeito. Oferece onze modos três para delay, quatro para reverb - room 1, room 2, hall e plate - e quatro combinando ambos os efeitos.

RV-5 Digital Reverb : apresenta seis modos de reverb spring, plate, hall, room, gate e modulate. Roger Waters , Thom Yorke Radiohead. The Edge U2.

Conta com input gain e as seções de pre-delay time e feedback , reverb decay, damping e diffusion e output mixer dry, spring e reverb , todas com controles deslizantes.

Holy Grail Plus : oferece quatro modos spring, hall, room e flerb e o controle blend. Permite salvar um preset. Oferece as funções infinite sustain e reverb freeze. Usado por Brad Delson Linkin Park ; - TC Electronic Hall of Fame Reverb : oferece dez tipos de reverb room, hall, spring, plate, church, mod, lofi, tile, amb, gate , e conta com switch Pre-delay short e long e controle de decay.

Algumas unidades mais modernas permitem que os loops sejam armazenados, possibilitando que canções inteiras ou partes com overdubs sejam registradas para mais tarde serem novamente utilizadas. No final da década de e início dos anos , o guitarrista e inventor Les Paul realizou uma série de experimentos com gravadores de fita e acabou se tornando um dos precursores no uso do delay de fita, além de desenvolver seu próprio sistema de loop, o ficcional Les Paulverizer.

Delays de fita e o modo sound on sound Desde o final dos anos , com o lançamento das primeiras unidades autônomas de delay de fita, como a Ecco-Fonic c. Esses delays de fita podem ser considerados os precursores das modernas unidades digitais de looping. Frippertronics Basicamente trata-se de um sistema de loop de fita, combinado com diversos efeitos, que foi desenvolvido pelo guitarrista Robert Fripp em parceria com o produtor musical Brian Eno, no início dos anos Fripp, fundador e líder da banda inglesa de rock progressivo King Crimson, foi um dos pioneiros no uso da técnica de looping em apresentações ao vivo.

Com o advento do delay digital, o uso de loops nos palcos se popularizou, tornando possível o emprego de sistemas mais simples que aquele inicialmente adotado por Fripp. Era um sistema que usava dois gravadores Revox para reproduzir, de modo circular e repetitivo, determinadas linhas melódicas feitas na guitarra, de maneira improvisada, juntamente com uma pedaleira que tinha um pedal de volume, um wah-wah e um fuzz.

CD UPON THE GROUNDATION BRIDGE BAIXAR

Com o passar do tempo isso foi se modernizando, quando passei a improvisar com uma guitarra-sintetizador Roland GR O rap, por exemplo, é um gênero musical que utiliza esse tipo de abordagem. Um sampler pode armazenar diferentes sons e ser utilizado como um instrumento musical. Alguns modelos podem incluir efeitos, como filtros, moduladores, etc.

Unidades mais sofisticadas de looper geralmente também atuam como sampler. Também oferece efeitos digitais de flanging e chorus. Foi reeditado em Usado por Bill Frisell, Jaco Pastorius b.

Conta com o pedal controlador EFC-7, com sete footswitches. Trey Anastasio Phish. RC-2 : pedal compacto. Scott Henderson Tribal Tech. Victor Wooten b. RC-3 : pedal compacto. Ben Shepherd b. RC : twin pedal. Ditto X2 Looper : pedal com dois footswitches. John Scofield. Quando combinados, esses recursos podem gerar timbres similares àqueles tipicamente produzidos por sintetizadores vintage.

Podem ser analógicos monofônicos ou digtais polifônicos. O tipo mais comum é o filtro passabaixas LPF que, como o nome sugere, permite somente a passagem das frequências que se encontram abaixo da frequência de corte. Osciladores de baixa frequência. Permite escolher o tipo de processamento a ser realizado.

Pedais sintetizadores - Electro-Harmonix Micro Synthesizer : pedal analógico, monofônico. Também projetado por David Cockerell. Inclui os efeitos de fuzz, oitavador analógico uma oitava acima e abaixo , gerador de envelope e filtro passa-baixas. Também inclui efeitos de pitch bend, wah, filtro passa-baixas, auto volume, glissando e freeze. Possui capacidade para o armazenamento de até seis presets. Oferece três formas de onda e também pode ser usado com a guitarra.

Projetado para baixo elétrico. Inclui afinador eletrônico, atua como pedal de volume e permite armazenar até seis presets. Christopher Wolstenhome b. Apresenta dois footswitches - um para a escolha do programa e outro para o acionamento do efeito. Apresenta os modelos Octisynth que combina ring modulator, VCO e vibrato e Synth-O-Matic inspirado em sintetizadores analógicos vintage , além de diversas simulações de filtros e sons de guitar synthesizers.

Studio Modeler Filter Pro : unidade de rack. Dicas - É possível obter sonoridades similares às de um pedal sintetizador combinando, de forma criativa, dois ou mais dos seguintes efeitos: oitavador, fuzz, wah, phaser, pitch shifter, auto volume e auto filter; - Pedais sintetizadores tendem a responder melhor ao captador do braço da guitarra.

I can make the guitar sound like an analog synthesizer. The fact that I can make the guitar sound like other instruments is what has kept me playing.

Wesley Safadão se declara em aniversário de um ano do filho

Efeitos adicionais Variam de acordo com o modelo. Os primeiros sintetizadores de guitarra foram lançados em , pelas empresas ARP e Roland. Sintetizadores de guitarra oferecem uma variedade enorme de sons e, consequentemente, de parâmetros. GR Paraphonic Guitar Synthesizer : projetado para o uso com guitarra controladora GS , com captador hexafônico integrado.

GR Electronic Guitar c. GR : unidade de rack no formato 1U. GR : sintetizador e modelador para guitarra. Usado por Al Di Meola Return to Outros permanecem disponíveis apenas nessa categoria - o defretter, por exemplo, somente é encontrado em unidades de multiefeitos.

No formato de pedais compactos, os multiefeitos funcionam muito bem como ferramentas "coringas", oferecendo uma enorme versatilidade e podendo ser usados ora como um efeito, ora como outro. Em muitos modelos de. Alguns modelos permitem o acionamento simultâneo de dois ou mais efeitos. Oferecem simuladores de amplificadores e gabinetes. Multiefeitos digitais, no formato 1U.

Têm como foco principal os efeitos de reverb. John Entwistle b. Adam Taylor téc. Garbage, John Popper harm. Multiefeitos no formato 1U. Contém 16 tipos de efeitos, incluindo reverb. SE Stereo Effects Processor : foco principal no reverb.

SE Super Effects Processor : alguns algoritmos incluem bass e guitar amp simulator. Intelliverb c. Intellifex c. Replifex c. G-Major : Christopher Wolstenhome b. Também apresenta programas otimizados para baixo elétrico. GT-5 : Edgard Scandurra Ira! Michael Jackson. GT-6 : Armandinho Macedo gt. GT-6B : Victor Wooten b. GT-8 : Armandinho Macedo gt. GT : Armandinho Macedo gt. GTB : Arthur Maia b. O cérebro da pedaleira possui o formato de unidade de rack 1U , podendo ser destacado e alocado como tal.

Brian May Queen , Jr. Tostoi Lenine , Paul Jackson Jr. Pedais de multiefeitos. Por isso, para evitar decepções, procure conhecer todos os itens de uma cadeia de sinal guitarras, efeitos, amplificadores, etc. Procure sempre testar todas as possibilidades sonoras disponíveis. Um conjunto de pedais pode ser conectado de diferentes maneiras, produzindo sonoridades distintas.

O wah-wah funciona como um filtro radical e geralmente é posicionado antes do compressor. Eventualmente, é precedido por um vintage fuzz ou booster de germânio. O mesmo vale para outros vocalizadores, como o talkbox e o vocoder. Por isso, também devem estar logo no início da cadeia de efeitos. Enhancers geralmente ocupam a parte final da cadeia de efeitos. Dependendo da sonoridade desejada, podem ser precedidos ou sucedidos por compressores. Sintetizadores de guitarra muitas vezes utilizam uma cadeia de sinal à parte, sendo plugados em linha, seguindo diretamente para o sistema de PA, ou conectados a um amplificador independente, eventualmente de teclado, que permita explorar uma faixa de frequências mais ampla que a trabalhada por um amplificador de guitarra.

Alguns instrumentistas preferem colocar um redutor de ruídos logo no início da cadeia, com o objetivo de eliminar qualquer ruído que possa ser provocado pelo próprio instrumento, como o humming típico de guitarras com captadores de bobina simples. O pedal de vibe, por exemplo, quase sempre é disposto antes dos saturadores.

Geralmente aparecem na parte final da cadeia de efeitos. Mas mantenha a mente sempre aberta às experimentações e tente tirar proveito de eventuais presentes do acaso. Apesar de habitualmente dispostos entre a guitarra e a entrada input do amplificador, alguns efeitos podem apresentar um melhor rendimento quando conectados a um loop de efeitos. Nesse caso, as unidades de efeitos das demais categorias efeitos de síntese, tonalidade, dinâmica, etc.

Originalmente, os loops de efeitos foram concebidos para otimizar o uso de unidades de rack nos setups de palco dos instrumentistas. Um circuito de loop de efeitos apresenta pelo menos dois jacks, um de envio send, preamp out ou to FX e outro de retorno return, power amp in ou from FX , os quais, dependendo do projeto, podem ser localizados no painel frontal ou na parte traseira do amplificador.

Dependendo do modelo, diferentes recursos podem ser oferecidos. É o tipo de loop mais indicado para o uso com efeitos que necessitem de cem por cento de processamento, como tremolo, equalizadores e redutor de ruídos;. Uma passa pelos efeitos inseridos no loop, e a outra segue em paralelo - daí o seu nome - diretamente para o power amp, mantendo o sinal inalterado. Os loops de efeitos de amplificadores também podem ser classificados como ativos e passivos, mono e estéreo, além de se dividirem em modelos valvulados e transistorizados.

Nessa cadeia, uma escolha equivocada ou o mau funcionamento de apenas um componente pode colocar tudo a perder. Evite cabos muito extensos. Siga corretamente as instruções dos fabricantes. Imagem cortesia Truetone. Alguns modelos mais sofisticados contam com rodas e pegador, para facilitar o transporte. Foto: Fabí Cruz. Faça o teste e confira; - Procure utilizar fontes diferentes para alimentar os efeitos conectados na entrada do amplificador e as unidades dispostas no loop de efeitos do amp; 29 Patch bay ou patchbay é um painel, com jacks P10, muitas vezes empregado para facilitar e organizar as conexões entre o instrumento, o pedalboard e o amplificador.

Modelos mais sofisticados podem incluir também jack de saída para afinador, saídas para mais de um amplificador e jacks para conexões com o loop de efeitos do amp. Evite que o seu equipamento seja seriamente danificado por simples descuido. Todas apresentam vantagens e desvantagens. Nela, a guitarra é plugada no primeiro amplificador dry , com o sinal sendo enviado do send do loop de efeitos deste para a cadeia de efeitos, seguindo daí para o return do loop de efeitos do segundo amplificador wet.

Onstage, I switch between all three amps in various combinations. Footswitches de amplificadores podem ser fornecidos juntamente com o produto ou vendidos separadamente pelo fabricante, de acordo com o modelo. FS-6 Dual Foot Switch: combina os tipos latch e momentary. Joey Santiago Pixies. Nels Cline Wilco. AutoStrobe Tuner: unidade de mesa. Kirk Hammett Metallica. Strobo Stomp: pedal compacto. Steve Vai. Strobo Stomp 2: pedal compacto.

Jonny Greenwood Radiohead. TU pedal compacto. Ben Kenney b. PolyTune 2: pedal afinador estroboscópico polifônico. Minha próxima fase vai ser estilo escoteira". Uma mini escoteira. Bem diferente de mim. Fergie é a mais falante do grupo num primeiro momento. Reflexo da carreira solo? Como mais um. Pode deixar. Em Porto Alegre comeram feijoada e foram na balada hip-hop do Wall Street.

Am, notóriamente o líder do grupo. Toca um celular. Me lembra de colocar no silencioso. Am atende. É Sergio Mendes. O quarteto de hip-hop mais famoso do mundo é mais brasileiro do que a gente imaginava.

Somos defensores da escolha! Somos contra o cadastro que chegou a se falar esta semana no Senado querendo uma espécie de "cadastro" internético forçado! Queremos que você leia ainda mais o nosso blog e espalhe a mensagem do mesmo! Tem que quebrar banheiro pra ser feliz?

Tem que quebrar ônibus pra ter felicidade? Precisa retorcer portões pra abrir um sorriso? O vídeo mostra como a alegria aparece sem estupidez. Na Inglaterra, as coisas mudaram. Porto Alegre, 7 de novembro de Desculpa a demora por te escrever.

DISCOGRAFIA Groundation

Pois bem:. Correndo, como se fosse um deles! Ao lado de Iarley e Edinho! Sonho de menino realizado. Só ouvia os fotógrafos pedindo pra sair, mas agüentei alguns segundos que me garantiram em alguma daquelas fotos.

Ou seja: apareci numa foto do Inter! Fui o décimo segundo da foto! Sempre fui um integrante de arquibancada. Mas no domingo, foi diferente. Eu pisava o verde e o vermelho estava na minha frente! É tudo diferente! O bafo é sentido de verdade. E foi feito! O gol de Iarley na minha frente. Com 27 anos fui um menino de 7. Um beijo e obrigado por me ensinar isso! Do teu filho, Luciano. Segundo a revista, o site criou "uma nova maneira de milhões de pessoas entreterem umas as outras em escala nunca vista antes".

Em tempo: preparei um especial dobre a vida após o YouTube. Algo como aquilo que aconteceu quando o Napster foi pro saco. Veoh - Leve, dinâmico e cheio de seriados completos, de Lost ao Dave Chappeles show.

Todos os vídeos tem um link direto para postar no Blogger ou no MySpace. É nele que a molecada coloca Lost minutos depois de ter ido ao ar na tv americana. Pode-se achar temporadas completas de South Park, Lost e Seinfeld. Que beleza! Danielle Sobreira, a assistente de palco do Gugu, chega às bancas amanha na Playboy.

Fotografou numa casa no Morumbi para ensaio sob o tema Lolita - lacinhos, rendas, babados, um pirulito e uma maça do amor sao os acessorios que completam a maior parte das fotos. Senhoras e senhores, Danielle Sobreira. O vídeo mais assistido no YouTube essa semana é demaaaaiiissss:. O trio anda circulando o mundo num show diferente e, de certa forma, preguiçoso. O problema é que mesmo assim, é bom. Marcelo D2, de vez em quando, também usa desse expediente.

Beastie Boys sem carbonos da parte orgânica é bom, mas apenas isso. Ainda bem que o fim é completo, Sabotage e o time A da banda. Mike D. DJ Mix Master Mike. Melhor show do Tim Festival:. Yeah Yeah Yeahs. Karen O é o palco. Magra demais, gritona demais, presença demais e energia idem.

A banda, até com o pouco uso do baixo, incendeia qualquer terreno. Até as pedras da Pedreira ficaram contentes. O poeta Paulo Leminski também gostaria. Nos lados dos palcos, gringos admirados com o mesmo e sua guitarra e os tambores do mangue. Eles também sabem o que é bom, pois! DJ Shadow:.

Show certo. Repertório certo. Lugar errado. Patti Smith:. Carlinhos da Bidê ou Balde. Obrigado pelo convite. Acho brabo. Deixa assim: Diddy no rap, Connery na telona. Abaixo um vídeo da Citroen onde o James Bond vai rejuvenescendo a cada curva. Queria ter um carro assim.

Ei, Potter! Queremos a resenha do show do Beastie Boys. Queremos saber como foi estar oa lado das curitibanas numa noite fria e chuvosa de terça feira pra ver as melhores bandas do mundo - ou pelo menos A melhor banda de hip-hop branca do mundo. É só clicar ali na barra da direita e preencher.

GROUNDATION BAIXAR THE BRIDGE UPON CD

Com as cinco entrevistas bêbadas mais legais do mundo. Carlos Augusto Montenegro é um dos dirigentes do Botafogo. E do Ibope ele é presidente. O braço do zagueiro empurra Luiz Adriano que cai. Em SP, o líder empatou e a diferença pro segundo colocado caiu pra 5 pontos. Graças ao Inter! Quem mais errou no jogo? O bandeirinha do lado direito. Péssimo trabalho, como a média de assistentes no Brasil. Mas Montenegro enlouqueceu! O Ibope erra aos tubos.

E o presidente entra espumando e borracho no campo pra xingar um juiz fraco. Noite esclarecedora essa To falando da banda norte-americana Groundation. No disco, participações de feras do reggae mundial como Pablo Moses e Ijahman. O Groundation é uma das novas sensações do reggae americano junto com Matisyahu e Soldiers of Jah Army. Esta foi transcrita da Agência Brasil.